Com escolas sem professores há dois anos, RN suspende concurso de docentes

. E. Monsenhor Raimundo Gurgel está sem professor de Matemática há dois anos. Faltam ainda docentes de História, Ciências e Inglês (Foto: Luciano Lellys)
Enquanto escolas em todo o Rio Grande do Norte enfrentam a falta de professores e milhares de alunos estão, a pouco mais de um mês de se encerrar o ano letivo, sem aulas em muitas disciplinas, o Governo do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) portaria suspendendo os efeitos do concurso para docentes para a rede estadual de ensino, realizado em maio do ano passado e com validade de dois anos.
O anúncio da suspensão do concurso para professores chocou pais e servidores de escolas como a Escola Estadual Monsenhor Raimundo Gurgel, no bairro Belo Horizonte, em Mossoró, que está sem professores das disciplinas de História, Ciências, Inglês e Matemática, sendo que esta última não é ministrada desde o começo do ano passado.
“Hoje temos 1.060 alunos da escola, destes, 360 estão sem aulas em algumas disciplinas. O caso mais grave é Matemática. Para não prejudicar o currículo dos alunos, nós fazemos projetos e atividades para que eles obtenham a nota naquela disciplina, mas os estudantes continuam prejudicados, pois falta o mais importante, o aprendizado. É triste ver a Educação tratada desta forma”, conta a vice-diretora da Escola Estadual Monsenhor Raimundo Gurgel, Alda Morais.
A vice-diretora destaca que a falta de professores é um problema recorrente e relembra que, no ano 2014, uma turma inteira foi impedida de mudar para outra escola até que fosse resolvida a ausência da disciplina de Ciências no currículo, causada pela carência de professor na área.
Outra instituição em que os alunos também têm sido prejudicados pela falta de professores é a Escola Estadual Tertuliano Aires, situação já noticiada pelo jornal O Mossoroense este ano.
Questionado pela equipe de reportagem do jornal O Mossoroense, o Ministério Público (MP/RN) informou que a 4ª Promotoria de Justiça de Mossoró acompanha o problema e que foi instaurado um procedimento que pode resultar em recomendação à secretária de Estado da Educação e Cultura, Cláudia Sueli Rodrigues Santa Rosa, de que contrate os professores aprovados no concurso.
O MP estuda ainda firmar Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Governo do Estado, porém, até agora, nenhuma audiência foi realizada para discutir o tema.
Confira a Portaria publicada pelo Governo do Estado:
Com escolas sem professores há dois anos, RN suspende concurso de docentes Com escolas sem professores há dois anos, RN suspende concurso de docentes Reviewed by Ricardo Adriano on outubro 27, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste