• Notícias de Última Hora

    sábado, 22 de outubro de 2016

    Enem: ondulatória e ecologia estão entre os temas mais comuns; veja lista


    O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cada vez mais tem cobrado conteúdo seguindo a tendência de vestibulares mais tradicionais, como a Fuvest, que seleciona alunos para a Universidade de São Paulo.

    Os professores do Sistema de Ensino Poliedro analisaram as provas de 2009 a 2015 e identificaram os temas de maior incidência. Confira nos vídeos o resultado do levantamento:

    BIOLOGIA

    Na prova de ciências da natureza, a maior incidência é para questões que envolvem biologia. Dentro dessa área, o professor LG destaca os seguintes pontos: 
    - ecologia e meio ambiente;
    - hereditariedade envolvendo questões de genética;
    - identidade dos seres vivos;
    - hormônios e imunologia em fisiologia;
    - teorias evolucionistas;
    - qualidade de vida envolvendo questões sobre drogas, doenças e hormônios femininos.

    FÍSICA

    O principal tema é ondulatória, seguido por cinemática e dinâmica, de acordo com o levantamento. “Lembrando que cinemática envolve movimento, espaço e velocidade e dinâmica, força e energia. As questões de energia são muito populares”, explica o professor Francisco Pequê.

    Outros assuntos como análise e estudo de circuitos elétricos e gravitação também apareceram nas últimas provas, porém, com menor incidência.

    MATEMÁTICA

    De acordo com o professor Miola, 40% da prova de matemática do Enem tem problemas de porcentagem, juros e grandezas, que aparecem relacionados com o cotidiano. 

    O segundo tema, por ordem de importância, é geometria, com cálculo de área simples e volume simples.

    Na sequência, aparecem temas como combinatória, probabilidade e estatística. Funções e geometria analítica estão em último lugar na disciplina.

    CIÊNCIAS HUMANAS

    Segundo a análise do Poliedro, na prova de ciências humanas, a maior incidência (30%) é sobre questões que envolvam formas de organização social, movimentos sociais e ação do estado. Na sequência (26%) estão as questões sobre diversidade cultural, conflitos e vida em sociedade.

    O eixo de história do Enem é parecido com o dos grandes vestibulares, segundo o professor Rodolfo Neves. Em história do Brasil, ele destaca temas como Brasil Colônia, Proclamação da República, primeiro e segundo Império. Em história geral, ele sugere que os alunos fiquem atentos aos temas como democracia e república romana.

    Ainda, no campo das ciências humanas, Neves lembra que o Enem adora atualidades, o que exige que o aluno saiba relacionar o que ocorre hoje com o passado.

    SOCIOLOGIA E FILOSOFIA

    Em filosofia, o Enem pode abordar os três filósofos clássicos gregos: Sócrates, Platão e Aristóteles. Em sociologia, o eixo é menor, mas é necessário entender as áreas de estudo de Comte, Durkheim, Weber e Marx.

    LINGUAGENS

    O Enem não costuma cobrar conhecimento específico de gramática. As questões das provas de linguagens são baseadas em interpretação de texto.

    QUÍMICA

    Segundo análise do Poliedro, a prova de química do Enem não tem um assunto predominante. Os temas aparecem como relações químicas, compostos de carbono, transformações de energia, materiais e suas propriedades, entre outros, aparecem quase na mesma quantidade.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture