• Notícias de Última Hora

    terça-feira, 25 de outubro de 2016

    Liturgia da Palavra de hoje (25)

    Primeira Leitura (Ef 5,21-33)
    Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios.
    Irmãos, 21vós, que temeis a cristo, sede solícitos uns para com os outros. 22As mulheres sejam submissas aos seus maridos como ao Senhor. 23Pois o marido é a cabeça da mulher, do mesmo modo que Cristo é a cabeça da Igreja, ele, o Salvador do seu Corpo. 24Mas como a Igreja é solícita por Cristo, sejam as mulheres solícitas em tudo pelos seus maridos. 25Maridos, amai as vossas mulheres, como o Cristo amou a Igreja e se entregou por ela. 26Ele quis assim torná-la santa, purificando-a com o banho da água unida à Palavra. 27Ele quis apresentá-la a si mesmo esplêndida, sem mancha nem ruga nem defeito algum, mas santa e irrepreensível. 28Assim é que o marido deve amar a sua mulher, como ao seu próprio corpo. Aquele que ama a sua mulher ama-se a si mesmo. 29Ninguém jamais odiou a sua própria carne. Ao contrário, alimenta-a e cerca-a de cuidados, como o Cristo faz com a sua Igreja; e nós membros do seu corpo! 31Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne. 32Este mistério é grande, e eu o interpreto em relação a Cristo e à Igreja. 33Em todo caso, cada um, no que lhe toca, deve amar a sua mulher como a si mesmo; e a mulher deve respeitar o seu marido.

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 127)
    — Felizes todos os que respeitam o Senhor!
    — Felizes todos os que respeitam o Senhor!
    — Feliz és tu se temes o Senhor e trilhas seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos hás de viver, serás feliz, tudo irá bem!
    — A tua esposa é uma videira bem fecunda no coração da tua casa; os teus filhos são rebentos de oliveira ao redor de tua mesa.
    — Será assim abençoado todo homem que teme o Senhor. O Senhor te abençoe de Sião, cada dia de tua vida.

    Evangelho (Lc 13,18-21)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo, 18Jesus dizia: “A que é semelhante o Reino de Deus, e com que poderei compará-lo? 19Ele é como a semente de mostarda, que um homem pega e atira no seu jardim. A semente cresce, torna-se uma grande árvore, e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos”. 20Jesus disse ainda: “Com que poderei ainda comparar o Reino de Deus? 21Ele é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado”.

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Jesus está comparando o Reino dos Céus com uma pequena semente. Há várias espécies de sementes e, às vezes, umas menores que as outras. O Reino dos Céus muitas vezes é comparado à uma semente pequena e até insignificante, difícil de se ver, mas a potência, a graça e tudo aquilo que precisamos, contém nesta semente.
    Assim como toda a vida está na semente daquela árvore, ela precisa ser cuidada, cultivada, regada e alimentada para crescer. E na medida em que ela cresce, vai se tornando estrondosa, portentosa… Nela as aves podem chegar, se alinhar e ficar.
    A árvore não só dá frutos, mas cresce e produz galhos, sombras e tantos outros benefícios.
    A Palavra de Deus, semeada em nosso coração, se é cuidada, cultivada, regada, alimentada e fomentada, vai crescer e tornar-se uma grande árvore. Ela vai fazer com que nos tornemos um grande homem e uma grande mulher, vai fazer com que nos tornemos grandes seres humanos. Porém não é no tamanho (pois não se trata de tamanho físico), mas na grandiosidade de alma e espírito que essa semente vai realmente produzir frutos, dia após dia, conforme ela for crescendo.
    É preciso cuidar, regar, alimentar e adubar essa semente, porque senão ela será apenas uma pequena semente e não crescerá.
    Irmãos e irmãs, às vezes nos sentimos pequenos ou permitimos que a Palavra de Deus, o Reino de Deus e a Sua graça se tornem pequenos em nossa vida. Acostumamo-nos com ninharias, com a semente: “O importante é que já estou com Deus no coração!”.
    Deus não só quer estar em nosso coração, mas quer crescer nele, quer que Sua graça cresça, expanda e produza muitos frutos!
    Eu acho que você ficaria triste demais se jogasse uma semente no quintal da sua casa e depois de anos você olhasse e a semente estivesse do mesmo jeito. A semente não é só para estar lá, é para crescer e produzir frutos!
    A Palavra de Deus, semeada em nosso coração, não tem que ser só palavra; ela tem que crescer e produzir frutos. Deus está nos perguntando: Estamos cultivando e cuidando bem dessa semente, para que ela cresça em todo o nosso ser? O nosso homem interior está crescendo, amadurecendo? Está produzindo frutos de conversão, de santidade e vida nova?
    A semente foi lançada, cultivemos e cuidemos para que muitos frutos possam sair desse homem e dessa mulher interior que somos cada um de nós, chamados a sermos no mundo, a árvore esplendorosa e grande. Pela grandeza que significa o Reino de Deus, que deve resplandecer na vida de cada um de nós!
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture