Ezequiel Ferreira: “FAB mantém convicção do dever de proteger Nação”

O Dia do Aviador, comemorado no dia 23 de outubro, quando o patrono da Força Aérea Brasileira (FAB), Alberto Santos Dumont, voou com seu 14 Bis, em 1906, em Paris, foi marcado por uma sessão solene realizada na manhã desta sexta-feira (4), no plenário da Casa. A homenagem foi uma iniciativa do presidente do Legislativo, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), e marca também os 74 anos de atividades da Aeronáutica no Rio Grande do Norte e 75 anos no Brasil.
“A Força Aérea Brasileira é uma das nossas mais insignes instituições, pois, operando em sintonia com a Marinha do Brasil e o Exército Brasileiro, mantém a convicção do seu dever de proteger o nosso país e de resguardar a política de desenvolvimento e de independência da Nação Brasileira”, afirmou o parlamentar.
Ezequiel Ferreira de Souza destacou o surgimento da FAB sob os rigores da segunda guerra mundial, depois se ampliando e se fortalecendo. “Enquanto sustentava sua missão constitucional, tornou-se, também, um pilar fundamental na integração do país, na organização da infraestrutura aeroportuária, na implantação de um sistema de controle do espaço aéreo integrado e econômico, no avanço tecnológico, no fortalecimento da indústria nacional e no pronto apoio a populações menos favorecidas”, disse o presidente.
A solenidade prestou homenagens a todos os profissionais que pilotam aviões, sejam eles comerciais, de transporte, privados ou militares. “E às pessoas que, assim como Santos Dumont, o Pai da Aviação, aprenderam a dominar a arte de voar e souberam transformá-la em um oficio que aproxima pessoas e distâncias, transporta esperança e conduz progresso, promove paz e segurança, arriscando-se nos céus e levando a eterna aspiração de liberdade dos homens”, assinalou.
Foram homenageados o Comandante da 1ª Força Aérea e da Guarnição de Aeronáutica de Natal, Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic; o Diretor do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, Coronel Aviador Paulo Junzo Hirasawa; e o Comandante da Base Aérea de Natal, Coronel Aviador Antônio Santoro, pelo bom desempenho de suas funções.
“Graças ao legado de determinação, autoconfiança e amor à pátria demonstrado por esses homens, aliado às contínuas gestões focadas no ideal de uma força condizente com o valor de nossa gente, a Aeronáutica angariou o respeito do povo brasileiro e continua a voar alto, divisando um horizonte pleno de desafios e conquistas”, afirmou o parlamentar.
Falando em nome de todos os homenageados, o Comandante Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic disse que há uma forte ligação da Aeronáutica com o Rio Grande do Norte, pois a criação da Base Aérea de Natal se deu um ano após a criação da FAB. “Nossa ligação é forte e de lá para cá essa relação só aumenta e se aprofunda”, afirmou.
Pedro Luís Farcic afirmou que a homenagem representa a continuidade da relação com o povo potiguar, e da grande acolhida que receberam. “Natal é um local que todos gostam, por causa do seu povo e por isso essa sessão é tão relevante para nós”, disse.
História
A Base Aérea de Natal (BANT) foi criada no dia 2 de março de 1942 e ativada em 7 de agosto do mesmo ano, pelo Decreto Lei nº 4.142, assinado pelo então ministro da Aeronáutica do governo do presidente Getúlio Vargas, Salgado Filho. Em novembro do mesmo ano, passaram a conviver no mesmo aeródromo, em “Parnamirim Field”, duas bases aéreas. A brasileira, localizada no Setor Oeste do aeródromo, e a americana, no Setor Leste, conhecida como “Trampolim da Vitória”, assim chamada por ser ponto obrigatório de passagem das aeronaves aliadas que se destinavam ao Teatro de Operações da África e da Europa.
Atualmente, a Base Aérea de Natal é comandada pelo Coronel-Aviador Antônio Santoro e tem a missão de apoiar as unidades sediadas, onde são formados e especializados os pilotos de Caça, de Transporte, de Reconhecimento, de Patrulha e de Helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB).
Portal Assembleia Legislativa do RN
Ezequiel Ferreira: “FAB mantém convicção do dever de proteger Nação” Ezequiel Ferreira: “FAB mantém convicção do dever de proteger Nação” Reviewed by Ricardo Adriano on novembro 04, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste