• Notícias de Última Hora

    terça-feira, 29 de novembro de 2016

    Falta de combustível pode ter provocado a queda do avião

    Equipes de resgate buscam sobreviventes entre os destroços do avião da Lamia que transportava a equipe da Chapecoense, e caiu nas montanhas de Cerro Gordo, no município de La Union, na Colômbia (Raul Arboleda/AFP)
    As causas da queda do avião que levava a equipe do Chapecoense a Medellín, na Colômbia, na madrugada ainda não foram determinadas, mas as primeiras hipóteses começam a ser investigadas. Depois da suspeita de pane elétrica da aeronave da empresa Lamia, que teria provocado o acidente que deixou 71 mortos e 6 feridos, as autoridades consideram a possibilidade de pane seca, ou seja, falta de combustível.
    Em entrevista à TV colombiana Caracol, o presidente da Associação Colombiana de Aviadores Civis, Jaime Hernandéz Sierra, afirmou que o piloto do avião com a equipe brasileira pediu prioridade para aterrissar, sem explicar qual seria o motivo da urgência. “Mas havia um avião da VivaColombia com pouco combustível em emergência, portanto tinha prioridade sobre a emergência do avião que caiu. Então, infelizmente, se não se sabe qual é a emergência, não se sabe qual prioridade precisa”, disse Sierra. “Portanto, acreditamos que tenha sido falta de combustível”, completou.
    O jogador da Chapecoense, Helio Neto, é atendido por paramédicos na clínica San Juan de Dios em La Ceja, departamento de Antioquia, na Colômbia (Luis Acosta/AFP)

    Equipes de resgate buscam sobreviventes entre os destroços do avião da Lamia que transportava a equipe da Chapecoense, e caiu nas montanhas de Cerro Gordo, no município de La Union, na Colômbia (Reprodução/Twitter)

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture