Governo manda carros-pipa para abastecer hospitais e escolas de Caicó

Volume de água no açude Itans não é suficiente para abastecer a cidade (Foto: Anderson Barbosa e Fred Carvalho/G1)

A cidade de Caicó, na região Seridó do Rio Grande do Norte, passa a ser abastecida por carros pipa a partir desta quarta-feira (23), segundo o Governo do Estado. Nesta segunda-feira (21), o município entrou em colapso no abastecimento - quando a companhia de água admite que não há como continuar a abastecer os moradores e a cobrança é suspensa.
De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Coronel Eliseu Dantas, o carros- pipa captarão água pelo manancial do município de Vera Cruz, e abastecerão entre 20 e 30 pontos em Caicó. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) disponibilizará 40 caixas d'água de cinco mil litros para serem instalados chafarizes.
Para aumentar ainda a possibilidade de abastecimento, a Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) perfurou 14 poços na região, sendo que sete poços foram testados e outros sete terão vazão verificada ainda nesta terça, segundo o governo. De acordo com o titular da pasta, Mairton França, serão instalados até seis poços, os quais devem ter mais de mil litros por hora de vazão. “Vamos disponibilizar bombas, cisternas e se existir necessidade um dessalinizador. Também iremos perfurar poços no leito do Itans. O geólogo já está no local e junto com Caern irá decidir sobre esse uso”, explicou Mairton.
Desde o começo da manhã desta terça (22) o Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn) fiscaliza, junto com Agência Nacional de Águas (ANA), o uso da água do rio Piancó/Piranhas/Açu, responsável por levar água a 100 mil pessoas na região do Seridó.
O Governo do Estado montou uma força-tarefa desde que o fornecimento de água parou, no último sábado (19), em função do esgotamento do rio Piancó/ Piranhas/Açu, que traz água do complexo de barragens Coremas/Mãe D’Água, localizado na Paraíba, e atende a adutora Manoel Torres que leva água para Caicó, Jardim de Piranhas e São Fernando.
Volume de água de reservatórios cai
O volume de água dos 47 reservatórios monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) continua caindo devido a escassez de chuvas. A informação consta no último relatório do Igarn, divulgado no dia 18 de novembro.

Dos 47 reservatórios do estado monitorados pelo Igarn, 16 já estão em volume morto, o que corresponde a 34% do total. Outros 15 já estão secos. Somando-se os números, 65% dos açudes que abastecem as cidades do Rio Grande do Norte estão em estado crítico.
Maior reservatório do estado, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, com uma capacidade de 2,4 bilhões de metros cúbicos, atualmente possui 398.818.133 milhões de metros cúbicos, 16% do seu volume total. A Barragem de Umarí, em Upanema, com capacidade total de 292,8 milhões de metros cúbicos, está com 33.679.531, 11% do seu volume. Já o açude Santa Cruz do Apodi, 124,52 milhões de metros cúbicos, 20% do seu volume total, que é de 600 milhões.
Pelos dados atuais, mais três reservatórios entrarão em volume morto até dezembro deste ano. Caso não exista uma boa estação chuvosa, outros oito entrarão em volume morto durante o ano de 2017, segundo o Igarn.
Governo manda carros-pipa para abastecer hospitais e escolas de Caicó Governo manda carros-pipa para abastecer hospitais e escolas de Caicó Reviewed by Ricardo Adriano on novembro 23, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste