Gustavo Fernandes cobra posicionamento do Governo sobre hospital de Apodi

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta quinta-feira (3), na Assembleia Legislativa, o deputado Gustavo Fernandes (PMDB) externou a sua preocupação com a situação do Hospital Regional Hélio Morais Marinho, no município de Apodi. O parlamentar questiona a possibilidade do Governo do Estado em fechar a unidade.
“Em conversa com o prefeito eleito de Apodi, fui informado sobre essa possibilidade. Fala-se que o Governo pensa em municipalizar o hospital, o que é um absurdo diante das dificuldades financeiras que enfrentam os municípios do Rio Grande do Norte”, disse Gustavo.
Segundo o deputado, a unidade de saúde é fundamental para o atendimento à população do município e cidades da região, atendendo em média 300 pessoas por dia. “O hospital tem uma estrutura considerada boa, mas passa por dificuldades. Falta remédio, material hospitalar e as maquinas estão quebradas”, lamenta ele.
Ainda de acordo com Gustavo Fernandes, será promovida uma manifestação nesta sexta-feira (4), em Apodi, para reivindicar um posicionamento do Executivo Estadual quanto ao destino do Hospital Hélio Morais Marinho. “Esperamos uma mobilização pacífica, mas que faça com que o Governo tenha um posicionamento sobre esse possível fechamento, que não aprovamos e nem queremos”, falou o parlamentar, sugerindo ainda que o secretário estadual de Saúde, George Antunes, se pronuncie sobre a situação para que seja estudada uma solução conjunta.
Ao final do pronunciamento, Gustavo Fernandes fez um apelo à operadora telefônica Tim para que melhore a cobertura de telefonia e dados no município de Pilões. “O sinal sofre constantes falhas e interferências, segundo relatam os munícipes”, concluiu.
Gustavo Fernandes cobra posicionamento do Governo sobre hospital de Apodi Gustavo Fernandes cobra posicionamento do Governo sobre hospital de Apodi Reviewed by Ricardo Adriano on novembro 03, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste