• Notícias de Última Hora

    quinta-feira, 24 de novembro de 2016

    Infestação por Aedes aegypti no RN é preocupante, alerta Secretaria de Saúde

    Pasta alerta que 78% dos municípios no Estado apresentam alto índice de infestação pelo Aedes aegypti
    De acordo com o último boletim da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (Sesap), a situação em relação ao controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, no Rio Grande do Norte ainda é preocupante. Os dados mostram que 78% dos municípios no Estado apresentam índice de infestação predial com classificação de alerta ou risco.
    “Esses dados demonstram a importância da conscientização de que cada morador é responsável por cuidar e supervisionar seu próprio imóvel, seguindo as orientações feitas pelo agente de endemias no ato de sua visita ao domicílio”, alerta a Sesap em nota.
    A Sesap orienta para que a população intensifique as medidas preventivas em relação ao vetor, entre elas: não acumular lixo em locais impróprios e manter a lixeira fechada, manter as caixas d’água e outros recipientes de armazenamento de água fechados, não deixar água acumulada sobre a laje ou calhas, colocar areia nos vasos das plantas, entre outras. O controle do vetor Aedes aegypti é realizado pelos Agentes de Endemias nos municípios sob a supervisão e orientação dos técnicos da Sesap.
    Dengue
    No Rio Grande do Norte foram notificados 62.773 casos suspeitos de dengue em 2016, até a semana epidemiológica número 44 (terminada em 05/11/2016). Um aumento importante no percentual quando comparado ao mesmo período de 2015, quando foram notificados 26.808 casos suspeitos.
    Dos 62.773 casos notificados em 2016, 9.500 foram confirmados. Em 2015, dos 26.808 suspeitos, no mesmo período, foram confirmados 5.884 casos. Em 2016, até o momento foram confirmados 10 óbitos por dengue grave, sendo 01 em Natal, 06 em Mossoró, 01 em Currais Novos, 01 em Pedro Avelino e 01 em Jardim do Seridó.
    Febre de Chikungunya
    Em 2016, da semana epidemiológica 01 a 44 foram notificados 26.484, sendo confirmados 7.459 casos, por critérios laboratoriais, clínicos e epidemiológicos.No ano de 2015, da semana epidemiológica 01 a 44 foram notificados 4.551 casos de Chikungunya no RN, sendo confirmados no mesmo período apenas oito casos.
    Zika Vírus
    Em 2016 no mesmo período foram notificados 5.729, sendo 163 confirmados. Em 2015, no mesmo período foram notificados 8.326 casos suspeitos de zika vírus, sendo 110 confirmados.
    Óbitos por dengue, zika e chikungunya
    Em 2016, dos casos que evoluíram para óbito, 10 foram confirmados para dengue grave, 30 para chikungunya e quatro para zika vírus, de acordo com investigação por exames laboratoriais específicos. Outros 144 óbitos estão em investigação.
    Ana Paula Cardoso (Portal O Mossoroense)

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture