Justiça bloqueia de R$ 1 bi em bens de Cabral e Michelin por incentivo fiscal

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB), em visita a obra
A Justiça do Rio decretou nesta quinta-feira (24) a indisponibilidade dos bens do ex-governador Sérgio Cabral, do ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Júlio Bueno, de mais quatro agentes públicos do estado do Rio de Janeiro e da empresa Michelin concessão de benefício fiscal irregular.

O bloqueio de R$ 1,03 bilhão foi feito em razão da condenação a Cabral e demais réus em processo que considerou ilegal o incentivo que adiava, sem prazo determinado, o recolhimento do imposto devido na aquisição de maquinário para ampliação da fábrica da empresa, em Itatiaia (RJ).

A juíza Neusa Alvarenga Leite, da 14ª Vara de Fazenda Pública, disse em decisão que o caso "certamente contribuiu para a crise financeira que assola o Estado do Rio".

O bloqueio é uma ordem para que as instituições bancárias impeçam movimentações em nome dos condenados até este valor.
Preso na Operação Calicute, que investiga propina em obras do Estado, Cabral tinha apenas R$ 454 nas contas.
Justiça bloqueia de R$ 1 bi em bens de Cabral e Michelin por incentivo fiscal Justiça bloqueia de R$ 1 bi em bens de Cabral e Michelin por incentivo fiscal Reviewed by Ricardo Adriano on novembro 25, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste