O 'mau hábito' de desaparecer bem público no fim de um governo

Mil histórias se ouve por aí quando se trata de mudanças de governo, quando o que está sai para a entrada de um novo gestor, que provavelmente tenha vencido o último pleito.

Algumas administrações chegam até mesmo a ousadia de 'sumir' com coisas tão banais, que fica difícil de se acreditar, a real necessidade de se levar para casa aquilo que se pensa ser seu.

Inventa-se de tudo, até mesmo uma suposta invasão em um espaço público levando, computador e outros materiais que pertençam a a pessoa jurídica municipal.

Questiona-se alguns sumiços: queima de provas (de quê?); um bem que se pensa ser seu; levar porquê não tem em casa; por achar bonito; e tantas outras coisas que ficamos abobados com a capacidade humana de levar aquilo que não lhe pertence, exclusivamente. 

Abra o olho, porquê estamos de olho!
O 'mau hábito' de desaparecer bem público no fim de um governo O 'mau hábito' de desaparecer bem público no fim de um governo Reviewed by Ricardo Adriano on novembro 25, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste