• Notícias de Última Hora

    segunda-feira, 21 de novembro de 2016

    PM diz que sinais de áudio e vídeo de helicóptero que caiu foram cortados


    De acordo com informações da Polícia Militar, no momento da queda do helicóptero que deixou quatro PMs mortos na Cidade de Deus na noite de sábado (19), tanto o sinal de transmissão de vídeo quanto o sinal de rádio foram cortados.

    Uma perícia inicial feita logo após o acidente apontou que os corpos dos policiais militares que estavam no helicóptero da corporação não tinham marcas de perfurações por arma de fogo, segundo informou Roberto Sá, secretário de Segurança do Rio de Janeiro. De acordo com Sá, a aeronave também não apresentava marcas de disparos.
    "Quero lamentar profundamente e me solidarizar com as famílias de todos. E dizer para os senhores que o laudo de necrópsia dos policiais que estavam no helicóptero já saiu, a perícia foi muito rápida, muito eficiente, não há perfuração por arma de fogo nos corpos, a perícia está sendo feita pela DH [Delegacia de Homicídios], a perícia está sendo feita pela Aeronáutica, na aeronave, até o momento, não se encontrou nenhum tipo de perfuração, mas é muito cedo ainda para qualquer conclusão", afirmou o secretário.
    Sá esteve, na tarde deste domingo (20), no Batalhão de Choque da Polícia Militar, onde os corpos dos PMs indentificados como Rogério Melo, Willian de Freitas Schorcht, Camilo Barbosa Carvalho e Rogério Felix Rainha foram velados.
    Os policiais foram homenageados com honras militares, o que inclui uma salva de tiros. Dos quatro policiais mortos, três serão enterrados no Rio. O outro policial vai ser enterrado em Resende, no Sul do Estado.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture