• Notícias de Última Hora

    quarta-feira, 9 de novembro de 2016

    Projeto polêmico, irá, mais uma vez, ser aprovado na Câmara Municipal de Caraúbas (RN)

    Projeto polêmico irá ser submetido a apreciação da Câmara de Vereadores de Caraúbas (RN)
    Para não ficar diferente, de outros polêmicos projetos, oriundo do Palácio Jonas Gurgel, mais um Projeto de Lei (PL), adentra os corredores da Casa Legislativa caraubense.

    Entenda o caso

    A comissão de Finanças da Câmara de vereadores de Caraúbas, recebeu há alguns dias atrás, um projeto que de antemão, iria surtir uma certa polêmica, por se tratar de aquisições, que se supõe ser benéfico a terceiros, em uma permuta imobiliária, que gera uma certa desconfiança, pelo valor do imóvel e pela conduta da ação. Porém a Procuradoria do Município atesta, a legalidade do Projeto e a possibilidade da realização desta permuta. 

    Trocando em miúdos, a Prefeitura irá permutar uma casa no bairro Leandro Bezerra, que hoje é cedido ao município em troca de um aluguel, onde funciona uma sala de aula, da Escola Municipal Jonas Gurgel,  por uma casa, que é  de propriedade pública, onde já funcionou, várias entidades de âmbito municipal, no Centro da cidade.

    Segundo informações do Blog Radar 293, do blogueiro Gilson de Souza, a municipalidade determinou a um engenheiro que avaliasse os dois imóveis, e o mesmo o fez, determinando o valor imobiliário de R$ 100.000,00 (cem mil reais), o que possibilitaria a permuta.

    Acreditamos na valorização imobiliária de qualquer lugar, porém,  é conhecedor de que os valores de imóveis e/ou estabelecimentos, encravados no Centro de qualquer cidade, obedecendo suas dimensões construídas e terrenos, a localização central, passa ser mais valorizada do que os bairros que os cerca. 

    Compreendemos a necessidade de ampliação das unidades educacionais, mas que, se faz necessário, que não se envolva, terceiros que venha a beneficiar-se de certa forma. Acreditamos que este projeto passará com facilidade, pois a oposição, hoje, é minoria (três vereadores). 

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture