Saiba como tirar a melhor foto possível da superlua com seu celular

Superlua no céu de São Paulo, em outubro deste ano
O ano de 2016 está sendo palco de três superluas, que ocorrem quando a Lua cheia coincide com o período de maior proximidade com a Terra, o chamado perigeu. Por isso ela aparecerá maior do que estamos acostumados. A primeira foi em 16 de outubro e a terceira será em 14 de dezembro.
Mas a segunda superlua, que acontece na noite desta segunda-feira (14), é especial porque será a maior dos últimos 68 anos. Isso porque o nosso satélite natural estará a apenas 356,5 mil quilômetros da Terra. A última vez que ele ficou mais perto do que isso foi em 1948, quando a distância do perigeu foi de 356,4 mil quilômetros.
Fotógrafos recomendam um equipamento profissional para registrar a superlua, como uma luneta e uma câmera com ajustes manuais e boa lente com zoom ótico. Mas se a única câmera disponível é a do seu smartphone, é possível fazer fotos com boa qualidade. Vai depender, claro, do modelo --a tendência é que quanto mais recente e caro o celular, melhor seja a câmera.
Veja abaixo algumas dicas para tirar as melhores fotos possíveis com seu smartphone, explorando os recursos que ele oferece e contando com a ajuda de alguns acessórios.

Utilize todo o zoom da câmera

Todas as câmeras de celulares têm o recurso de zoom, que permite aproximar o objeto da foto. Na maioria dos casos, o zoom é acionado no app de câmera com o gesto de pinça entre os dedos indicador e polegar no meio da tela. Em alguns casos, é feito com o movimento de baixo para cima do dedo na lateral da tela. Se o seu objetivo é que apenas a Lua apareça na imagem, aponte para o céu e use o zoom até que apenas a Lua apareça no enquadramento.

Saiba como tirar a melhor foto possível da superlua com seu celular Saiba como tirar a melhor foto possível da superlua com seu celular Reviewed by Ricardo Adriano on novembro 14, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste