• Notícias de Última Hora

    quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

    Caraúbas-RN - A guerra pela Presidência da Câmara de Vereadores começou!

    É público e notório que todo início de um biênio Legislativo, nas cidades brasileiras, acontece um embate 'político', de interesses exclusos, em duas alas políticas que se intitulam de SITUAÇÃO x OPOSIÇÃO

    Começa-se assim a corrida a presidência da "Casa do Povo" (que de povo não tem nada), para comandar o quê? Para ter poder de quê? Difícil responder.

    Sabe-se que uma Câmara Legislativa, é na verdade uma mini-prefeitura, onde alguns edis (os que estão no poder) do comando, podem usufruir de algumas regalias, também exclusas, em especial o (a) presidente da Câmara.

    Se grita por todos os lados de que o prefeito eleito ou reeleito, não tiver sob sua batuta a presidência da Câmara, não conseguirá governar com maestria uma cidade. Uns bradam com orgulho estufando o peito, dizendo: "Quero ver governar sem o apoio da 'Casa', para aprovar seus projetos. 

    Eu me pergunto, repergunto e volto a perguntar, qual a necessidade e interesse de se ter uma cidade ingovernável, buscando derrubar a todo custo os interesses do 'povo' ou não? 

    O esconde-esconde de 'políticos' para não dar o braço a torcer e ser conquistado pela ala oposta, indaga-se, o que ocorre por trás de toda esta generosidade?

    Precisamos criar um corpo de legisladores que se voltem em se unificar com o executivo a ponto de atribuir deveres e direitos com ênfase na fiscalização de tudo que se faz no Palácio Municipal. 

    A verdade é que todos sabem o que há por trás de toda uma celeuma criada para a provação de nome 'A' ou 'B' para presidir a legislação neste período. Vereadores fiscalizam os feitos do prefeito (pelo menos deveriam) e quem fiscaliza os vereadores? O 'povo', deveria ser o povo!

    Um comentário :

    Anônimo disse...

    "Precisamos criar um corpo de legisladores que se voltem em se unificar com o executivo", isso que vossemecê escreveu amigo, fere mortalmente o Princípio da Separação dos Poderes, corolário do Estado Democrático de Direito!

    Twitter

    -->

    Culture