• Notícias de Última Hora

    segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

    Liturgia da Palavra de hoje (5)

    Primeira Leitura (Is 35,1-10)
    Leitura do Livro do Profeta Isaías.
    1Alegre-se a terra que era deserta e intransitável, exulte a solidão e floresça como um lírio. 2Germine e exulte de alegria e louvores. Foi-lhe dada a glória do Líbano, o esplendor do Carmelo e de Saron; seus habitantes verão a glória do Senhor, a majestade do nosso Deus.
    3Fortalecei as mãos enfraquecidas e firmai os joelhos debilitados. 4Dizei às pessoas deprimidas: “Criai ânimo, não tenhais medo! Vede, é vosso Deus, é a vingança que vem, é a recompensa de Deus; é ele que vem para vos salvar”.
    5Então se abrirão os olhos dos cegos e se descerrarão os ouvidos dos surdos. 6O coxo saltará como um cervo e se desatará a língua dos mudos, assim como brotarão águas no deserto e jorrarão torrentes no ermo. 7A terra árida se transformará em lago, e a região sedenta, em fontes d’água; nas cavernas onde viviam dragões crescerá o caniço e o junco.
    8Ali haverá uma vereda e um caminho; o caminho se chamará estrada santa: por ela não passará o impuro; mas será uma estrada reta em que até os débeis não se perderão. 9Ali não existem leões, não andam por ela animais depredadores, nem mesmo aparecem lá; os que forem libertados poderão percorrê-la, 10os que o Senhor salvou voltarão para casa. Eles virão a Sião cantando louvores, com infinita alegria brilhando em seus rostos: cheios de gozo e contentamento, não mais conhecerão a dor e o pranto”.

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 84)
    — Eis que vem o nosso Deus! Ele vem para salvar.
    — Eis que vem o nosso Deus! Ele vem para salvar!
    — Quero ouvir o que o Senhor irá falar: é a paz que ele vai anunciar; a paz para o seu povo e seus amigos, para os que voltam ao Senhor seu coração. Está perto a salvação dos que o temem, e a glória habitará em nossa terra.
    — A verdade e o amor se encontrarão, a justiça e a paz se abraçarão; da terra brotará a fidelidade, e a justiça olhará dos altos céus.
    — O Senhor nos dará tudo o que é bom, e a nossa terra nos dará suas colheitas; a justiça andará na sua frente e a salvação há de seguir os passos seus.

    Evangelho (Lc 5,17-26)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
    — Glória a vós, Senhor.
    17Um dia Jesus estava ensinando. À sua volta estavam sentados fariseus e doutores da Lei, vindos de todas as aldeias da Galileia, da Judeia e de Jerusalém. E a virtude do Senhor o levava a curar.
    18Uns homens traziam um paralítico num leito e procuravam fazê-lo entrar para apresentá-lo. 19Mas, não achando por onde introduzi-lo, devido à multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o desceram com o leito no meio da assembleia diante de Jesus. 20Vendo-lhes a fé, ele disse: “Homem, teus pecados estão perdoados”.
    21Os escribas e fariseus começaram a murmurar, dizendo: “Quem é este que assim blasfema?” 22Conhecendo-lhes os pensamentos, Jesus respondeu, dizendo: “Por que murmurais em vossos corações? 23O que é mais fácil dizer: ‘teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘levanta-te e anda’? 24Pois, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder de perdoar pecados — disse ao paralítico — eu te digo: levanta-te, pega o leito e vai para casa”. 25Imediatamente, diante deles, ele se levantou, tomou o leito e foi para casa, louvando a Deus. 26Todos ficaram fora de si, glorificavam a Deus e cheios de temor diziam: “Hoje vimos coisas maravilhosas!”

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Creio que não há experiência mais doce para os nossos ouvidos e suavidade maior para a nossa alma e para o nosso coração do que escutar: “Teus pecados estão perdoados!”. Se compreendêssemos o significado de tudo isso, como nos rejubilaríamos, alegraríamos e agradeceríamos, cada vez mais, a esse Deus que perdoa nossos pecados!
    A questão é que, muitas vezes, tratamos o pecado como uma coisa muito simples, ordinária da vida, quando, na verdade, é uma atitude sublime de Deus querer nos perdoar. Como é tão sublime também recebermos a graça de perdoarmos uns aos outros quando pecamos ou quando o outro peca contra nós.
    O pecado causa uma paralisia em nossa vida e em nossa mente, deixa-nos atrofiados por dentro. O pecado é o grande mal da nossa vida.
    Temos uma comunidade paralítica e não vemos tantos limites nas pessoas que tem paralisias físicas, porque elas conseguem se superar, conseguem superar obstáculos, fazer coisas maravilhosas que pessoas normais não fazem.
    O pecado vai criando dentro de nós limites para a nossa capacidade de amar, vai nos distanciando do amor misericordioso de Deus, não permitindo que a graça do Senhor cresça em nós. Por isso, quando esse homem se encontra nesse estado de prostração, pede ajuda de outros para que possa transpor aquela casa onde Jesus está, para que possa subir pelo telhado, pois deseja ser curado.
    A cura de Jesus é assim: Ele nos levanta do estado em que estamos e perdoa todos os nossos pecados.
    Façamos uma experiência cada vez maior, profunda, verdadeira e autêntica com esse amor misericordioso de Jesus. É bom ser perdoado! Por isso, quando for procurar o sacramento da confissão, esse bálsamo do amor de Deus para conosco, não procure de qualquer jeito, procure com sinceridade, com arrependimento, com o propósito de mudar de vida. Deixe ressoar em seus ouvidos, sobretudo no seu coração, no seu interior: “Os seus pecados estão perdoados!”.
    Como sacerdote, digo com tanto amor no meu coração: “Eu o absolvo de todos os seus pecados!”. Usando da autoridade de Jesus e agindo em nome d’Ele, é uma graça sublime ver tantos pecadores se reconciliarem com Deus.
    Que possamos aproveitar esse tempo da graça, sublime e maravilho, o tempo do Advento, para vivermos a reconciliação com o amor misericordioso de Deus.
    Que o Senhor abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture