Liturgia da Palavra de hoje (6)

Primeira Leitura (Is 40,1-11)
Leitura do Livro do Profeta Isaías.
1Consolai o meu povo, consolai-o! — diz o vosso Deus. 2Falai ao coração de Jerusalém e dizei em alta voz que sua servidão acabou e a expiação de suas culpas foi cumprida; ela recebeu das mãos do Senhor o dobro por todos os seus pecados.
3Grita uma voz: “preparai no deserto o caminho do Senhor, aplainai na solidão a estrada do nosso Deus. 4Nivelem-se todos os vales, rebaixem-se todos os montes e colinas; endireite-se o que é torto e alisem-se as asperezas: 5a glória do Senhor então se manifestará, e todos os homens verão juntamente o que a boca do Senhor falou”.
6Dizia uma voz: “Grita!” E respondi: “Que devo gritar?” A criatura humana é feno, toda a sua glória é como flor do campo; 7seca o feno, murcha a flor ao soprar o Senhor sobre eles. Sim, o povo é feno. 8Seca o feno, murcha a flor, mas a palavra de nosso Deus fica para sempre. 9Sobe a um alto monte, tu, que trazes a boa nova a Sião; levanta com força a tua voz, tu, que trazes a boa nova a Jerusalém, ergue a voz, não temas; dize às cidades de Judá: “Eis o vosso Deus, 10eis que o Senhor Deus vem com poder, seu braço tudo domina: eis, com ele, sua conquista, eis à sua frente a vitória. 11Como um pastor, ele apascenta o rebanho, reúne, com a força dos braços, os cordeiros e carrega-os ao colo; ele mesmo tange as ovelhas-mães”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 95)
— Olhai e vede: o nosso Deus vem com poder!
— Olhai e vede: o nosso Deus vem com poder!
— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome! Dia após dia anunciai sua salvação.
— Manifestai a sua glória entre as nações, e entre os povos do universo seus prodígios! Publicai entre as nações: “Reina o Senhor!” E os povos ele julga com justiça.
— O céu se rejubile e exulte a terra, aplauda o mar com o que vive em suas águas; os campos com seus frutos rejubilem e exultem as florestas e as matas.
— Na presença do Senhor, pois ele vem, porque vem para julgar a terra inteira. Governará o mundo todo com justiça, e os povos julgará com lealdade.

Evangelho (Mt 18,12-14)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: 12Que vos parece? Se um homem tem cem ovelhas, e uma delas se perde, não deixa ele as noventa e nove nas montanhas, para procurar aquela que se perdeu?
13Em verdade vos digo, se ele a encontrar, ficará mais feliz com ela, do que com as noventa e nove que não se perderam. 14Do mesmo modo, o Pai que está nos céus não deseja que se perca nenhum desses pequeninos.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
O Pai que está nos Céus não deseja que nos percamos, não deseja que nenhuma de Suas ovelhas que estão longe, desgarradas e perdidas, se percam. O Pai ama cada um de forma única e singular, Ele é capaz de deixar todas as ovelhas que tem para ir atrás daquela única que está perdida, distante e longe.
Acostumamo-nos com as pessoas que estão enchendo nossas igrejas, com aqueles que estão em nossos grupos de oração. O grande apostolado da fé é ter pessoas que tenham um coração misericordioso como o do Pai, um coração que realmente se preocupe com aqueles que estão distantes, que estão longe, extraviados pelas situações da vida.
Não é olhá-lo como um perdido, mas olhar como alguém que está no caminho de se perder. Precisamos buscar, ir atrás, dar o melhor de nós. Não são nossos sermões, nossa moral exacerbada que vão converter ou convencer alguém, mas é o amor misericordioso que sabe acolher, cuidar, preocupar-se com quem está afastado, está longe e parece perdido, sem saber por onde andar.
Por isso, se pudermos, neste tempo, parar para fazer uma listinha, oferecer nossas orações, sacrifícios e intenções. Oferecer uma visita fraterna, uma visita amiga para alguém que parece distante, longe, alguém que você conhece; e se puder ser mais do que uma, talvez duas ou três pessoas.
É tão bom que nossas pastorais, nossos movimentos, sobretudo, nossas ações enquanto cristãos não sejam somente para buscar os nossos. Você pode dizer: “Eu tenho muitas coisas para me preocupar! Eu já tenho família, filhos e marido!”. Deus vai lhe dar a graça para cuidar também desses, mas que tal usar esse dom, essa graça que você tem para buscar tantos outros que parecem distantes dos caminhos do Senhor?
É importante você ter na mente e no coração esse desejo do Pai. O Pai do Céu não deseja que se perca nenhum de seus pequeninos, Ele não deseja que nos percamos. Vamos buscar e resgatar aquilo que parece perdido, longe e distante.
Deus abençoe você!
Liturgia da Palavra de hoje (6) Liturgia da Palavra de hoje (6) Reviewed by Ricardo Adriano on dezembro 06, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste