• Notícias de Última Hora

    quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

    Neto da Chapecoense deixa o hospital e vai para casa

    Neto é abraçado por torcedora na saída do hospital
    O zagueiro Neto deixou o hospital da Unimed nesta quinta-feira às 14h17. O jogador foi liberado pelos médicos depois de receber as últimas medicações nesta tarde. Ele foi o quinto sobrevivente da queda do avião da Chapecoense a ir para casa. Apenas o goleiro Jackson Follmann segue internado.
    Neto chegou a fazer uma aparição público e der uma declaração ao lado dos médicos pela manhã, mas teve de voltar ao quarto para fazer últimos tratamentos.
    Em sua declaração, de pouco mais de um minuto, Neto se emocionou ao falar da perda de seus companheiros.
    "Queria agradecer a todos que depois que descobriram que eu estava vivo, oraram por mim. Tem sido uma situação difícil porque estou feliz por estar vivo, mas perdi muitos amigos. Tem sido tudo novo, fiquei muito tempo desacordado. Queria agradecer todos que oraram por mim, mandar beijo no coração de todas as esposas que perderam filhas e amigos, os pais que perderam seus filhos. Filhos que perderam seus pais. Como disse, não lembro de nada, foram 10 dias praticamente desacordado. Minha esposa, pastor da minha igreja, meu pai, irmão. A situação que eu estava, os médicos dizem que eu não lembro de nada", falou o zagueiro.
     
    "Queria deixar meu agradecimento a todos que oraram por mim. Que sonharam comigo, que lutaram comigo, estou muito triste, é difícil para todo mundo. Ainda está caindo a ficha. Deus me permito que eu tivesse vivo, debilitado ainda, falta muita coisa ainda. Eu vim aqui porque tenho que agradecer aqueles que lutaram junto comigo, é impossível não falar daqueles que se foram. Perdi grandes amigos, ficou só coisa boa, só lembro coisas boas desse grupo, obrigado a todos por tudo que fizeram por mim, creio que logo, logo vou poder jogar, com a vontade de Deus vou estar pisando em campo na Arena Condá com a camisa da Chapecoense", completou antes de ser aplaudido.


    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture