Reconhecimento de assassinos do metrô tem protestos e tiro - Sociedade Ativa

Novidades

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Reconhecimento de assassinos do metrô tem protestos e tiro

Brasil

Primos que mataram ambulante em estação Pedro II foram reconhecidos pelas 14 testemunhas e deixaram a delegacia sob protestos


Os dois suspeitos de matar ambulante no metrô de SP deixam o Delpom (Marivaldo Oliveira/Codigo19/Folhapress)
Os dois homens que espancaram até a morte o vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas prestaram depoimento à polícia nesta quarta-feira e se disseram arrependidos pelo crime cometido na noite de Natal, na estação Pedro II do Metrô de São Paulo. Uma multidão foi até a Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom), na estação Barra Funda, para protestar contra a barbaridade cometida pelos primos Alípio Rogério Belo dos Santos, 26 anos, e Ricardo Martins do Nascimento, 21 anos. Houve tumulto e a polícia chegou a dar um tiro para o alto para conter os manifestantes. 
“Mesmo eles tendo cometido esse crime bárbaro, temos que preservar a integridade deles”, disse o delegado Rogerio Marques, titular da Delpom. Alípio e Ricardo foram reconhecidos por todas as 14 testemunhas e deixaram a delegacia do metrô no fim da tarde, sob gritos de “assassinos” e  “justiça”. Para o delegado, está claro que os dois foram os autores das agressões. “Não tem nenhuma dúvida. Mesmo o advogado de defesa é claro em falar que foram eles.”

Nenhum comentário:

Post Down Ad