Liturgia da Palavra de hoje (13)


Primeira Leitura (Hb 4,1-5.11)
Leitura da Carta aos Hebreus.
Irmãos, 1tenhamos cuidado, enquanto nos é oferecida a oportunidade de entrar no repouso de Deus, não aconteça que alguém de vós fique para trás.
2Também nós, como eles, recebemos uma boa nova. Mas a proclamação da palavra de nada lhes adiantou, por não ter sido acompanhada da fé naqueles que a tinham ouvido, 3enquanto nós, que acreditamos, entramos no seu repouso. É assim como ele falou: “Por isso jurei na minha ira: jamais entrarão no meu repouso”. Isso, não obstante as obras de Deus estarem terminadas desde a criação do mundo. 4Pois, em certos lugares, assim falou do sétimo dia: “E Deus repousou no sétimo dia de todas as suas obras”, 5e ainda novamente: “Não entrarão no meu repouso”.
11Esforcemo-nos, portanto, por entrar neste repouso, para que ninguém repita o acima referido exemplo de desobediência.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 77)
— Não vos esqueçais das obras do Senhor!
— Não vos esqueçais das obras do Senhor!
— Tudo aquilo que ouvimos e aprendemos, e transmitiram para nós os nossos pais, à nova geração nós contaremos: As grandezas do Senhor e seu poder.
— Levantem-se e as contem a seus filhos, para que ponham no Senhor sua esperança; das obras do Senhor não se esqueçam, e observem fielmente os seus preceitos.
— Nem se tornem, a exemplo de seus pais, rebelde e obstinada geração, uma raça de inconstante coração, infiel ao Senhor Deus, em seu espírito.

Evangelho (Mc 2,1-12)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.
1Alguns dias depois, Jesus entrou de novo em Cafarnaum. Logo se espalhou a notícia de que ele estava em casa. 2E reuniram-se ali tantas pessoas, que já não havia lugar, nem mesmo diante da porta. E Jesus anunciava-lhes a Palavra. 3Trouxeram-lhe, então, um paralítico, carregado por quatro homens. 4Mas não conseguindo chegar até Jesus, por causa da multidão, abriram então o teto, bem em cima do lugar onde ele se encontrava. Por essa abertura desceram a cama em que o paralítico estava deitado. 5Quando viu a fé daqueles homens, Jesus disse ao paralítico: “Filho, os teus pecados estão perdoados”. 6Ora, alguns mestres da Lei, que estavam ali sentados, refletiam em seus corações: 7“Como este homem pode falar assim? Ele está blasfemando: ninguém pode perdoar pecados, a não ser Deus”. 8Jesus percebeu logo o que eles estavam pensando no seu íntimo, e disse: “Por que pensais assim em vossos corações? 9O que é mais fácil: dizer ao paralítico: ‘os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te, pega a tua cama e anda’? 10Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem, na terra, poder de perdoar pecados disse ele ao paralítico: 11eu te ordeno: levanta-te, pega tua cama, e vai para tua casa!” 12O paralítico então se levantou e, carregando a sua cama, saiu diante de todos. E ficaram todos admirados e louvavam a Deus, dizendo: “Nunca vimos uma coisa assim”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
É uma maravilha nos reunirmos em torno da Palavra de Deus. É isso que faziam aquelas multidões, reuniam-se em torno de Jesus, aglomeravam-se ao redor d’Ele para escutá-Lo. Eles escutavam Jesus, e a palavra que saía de Sua boca penetrava nos corações, e estes eram tocados e curados, as vidas eram transformadas.
Hoje, quando assim também fazemos, a Palavra de Jesus tem o poder de tocar, curar, libertar, transformar e renovar a nossa vida. Precisamos nos abrir para ouvir a Palavra de Deus!
Pode acontecer que estejamos paralisados na vida, pode acontecer que o nosso coração, as nossas pernas, o nosso interior tenham paralisado por alguma circunstância e não conseguimos chegar até Jesus, não conseguimos nos abrir para ouvir Sua Palavra.
Precisamos de ajuda, precisamos ajudar a carregar outros, para que cheguem até Jesus, para que a Palavra de Deus chegue aos corações, para que as pessoas e nós sejamos transformados pelo poder da Palavra.
É isso que quatro homens fazem com este paralítico, porque ele queria chegar até Jesus, mas como iria fazer isso em cima de uma cama? Eles passam no meio daquela multidão e fazem com que aquele homem chegue até o Senhor.
Irmãos e irmãs, precisamos transpor as dificuldades, precisamos passar por cima delas e fazer todo o esforço para chegarmos até a Palavra de Deus.
Veja o esforço que a Palavra de Deus faz para chegar até nós! Hoje, são tantos meios e recursos usados para que possamos escutar a Palavra de Deus, mas, muitas vezes, não fazemos o nosso esforço.
Não basta a Palavra vir até nós. Precisamos nos abrir para que ela chegue dentro de nós. É preciso romper as paralisias, e se não damos conta ou se tem alguém que está realmente paralisado e não pode ir adiante e pede-nos ajuda, que possamos ajudá-lo. Que possamos ser essas oito mãos, que carregaram o paralítico, que o levam até Jesus para ser tocado pela Palavra.
Duas palavras foram importantes, a primeira delas: teus pecados estão perdoados. Aqui, o pecado não é o mais importante, mas o perdão a estes pecados. Quando permitimos que a Palavra chegue até nós e nos arrependemos dos nossos pecados, a Palavra poderosa do Senhor nos perdoa. E uma vez que nos perdoa, ela também nos liberta de todas as consequências desastrosas que o pecado gera em nossa vida, inclusive, deixando-nos paralisados.
Em seguida, a Palavra poderosa de Jesus diz ao paralítico: Eu te ordeno: levanta-te, pega tua cama, e vai para tua casa!” (Marcos 2,11). 
A Palavra poderosa de Jesus nos levanta do estado de prostração e desânimo. Muitas vezes, chegamos a este estado ou situação por aquilo que os pecados foram fazendo em nossa vida, foram se acumulando dentro de nós e nos deixou nesta situação.
Quando o Senhor nos liberta dos nossos pecados, Ele também nos levanta e nos manda ir adiante. Deus não nos quer paralisados, mas nos quer livres e libertos pelo poder da Sua Palavra!
Deus abençoe você!
Liturgia da Palavra de hoje (13) Liturgia da Palavra de hoje (13) Reviewed by Ricardo Adriano on janeiro 13, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste