Anticoncepcional é considerado de "risco máximo" e suspenso pela Anvisa: entenda


anticoncepcional Essure, produzido pela Bayer e importado e registrado no Brasil pela empresa Commed Produtos Hospitalares, foi suspenso pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) por ser considerado de risco máximo.
No comunicado publicado no site da Anvisa, a informação é de que relatórios técnico-científicos comprovaram que o uso deste anticoncepcional pode provocar alterações no sangramento menstrual, gravidez indesejada, dor crônica, perfuração e migração do dispositivo, alergia e sensibilidade ou reações do tipo imune.
Assim, ficaram suspensas a importação, a distribuição, a comercialização, o uso e a divulgação do remédio em todo o Brasil. Os produtos que já estavam à venda serão recolhidos. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União do dia 20 de fevereiro de 2017.

Anticoncepcional proibido pela Anvisa

A promessa do Essure é de esterelizar a mulher, como acontece nas laqueaduras, mas sem cirurgia.
Trata-se de uma pequena mola, que é introduzida através da vagina, até chegar às trompas, formando uma barreira natural que evita que os espermatozoides cheguem aos óvulos, evitando a gravidez. Tudo isso sem alterar o ciclo menstrual nem os hormônios.

Mas, no próprio site da empresa, há um comunicado alertando que alguns pacientes que usaram o método relataram perfuração no útero e/ou nas trompas, dor persistente, reações alérgicas ou de hipersensibilidade e deixando claro que, em caso de necessidade de remoção do dispositivo, é preciso fazer uma cirurgia.
É importante ressaltar ainda que, antes de começar a usar qualquer tipo de método anticoncepcional, é necessário consultar um médico ginecologista, que irá prescrever o que mais se adequa a cada pessoa e situação.

Resposta da Commed

A assessoria de imprensa da Commed emitiu um comunicado no qual afirma que está trabalhando para entender os motivos que levaram à suspensão do produto. Leia na íntegra:
"A Bayer tomou conhecimento que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) publicou uma resolução suspendendo a importação, distribuição, comercialização e uso do Essure® no Brasil. O órgão também solicitou que os produtos disponíveis para comercialização fossem recolhidos. Tal decisão foi tomada sem o prévio conhecimento da Bayer ou da Comercial Commed Produtos Hospitalares Ltda (COMMED), parceiro local detentor do registro e distribuidor exclusivo do Essure® no Brasil. A Bayer está trabalhando junto a COMMED para entender o motivo pelo qual levou a ANVISA a tomar essa decisão. A Bayer ressalta que o Essure® é uma opção segura para mulheres que desejam adotar um método contraceptivo permanente. Informamos ainda, que há mais de uma década após a comercialização do Essure® em diversos países, o produto vem sendo testado, e um extenso número de evidências reiteram o perfil de benefício/risco positivo do Essure®."
Fonte: Portal Vix
Anticoncepcional é considerado de "risco máximo" e suspenso pela Anvisa: entenda Anticoncepcional é considerado de "risco máximo" e suspenso pela Anvisa: entenda Reviewed by Ricardo Adriano on fevereiro 23, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste