• Notícias de Última Hora

    quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

    Horas antes de criar ministérios, governo celebrou redução de pastas no Congresso

    O presidente Michel Temer - Edilson Dantas / Agência O Globo
    Horas antes de criar dois ministérios, o governo exaltou a redução ministerial em comparação com a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, em mensagem enviada ao Congresso nesta quinta-feira. O texto ainda infla o número de pastas de Dilma Rousseff, já que considera o auge de ministérios da petista, em vez de levar em conta que em 2015 ela cortou ministérios.

    "O número de pastas foi reduzido de 39 para 26, criando assim condições para a diminuição das despesas, sem comprometer a eficiência na prestação dos serviços públicos", diz o governo na mensagem, que tem 284 páginas. Poucas horas depois, o presidente Michel Temer anunciou, por meio do porta-voz, que havia aumentado dois ministérios, passando de 26 a 28.

    Dilma chegou a ter 39 ministérios, o número mais alto desde a redemocratização, em 1985. Entretanto, em outubro de 2015, o montante passou para 32, quando Dilma Rousseff anunciou uma reforma ministerial e administrativa, visando a cortar cargos no governo, além de tentar diminuir salários do alto escalão do governo federal.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture