Uma luta pela vida que chega ao fim. Uma luta pelo amor que jamais morrerá.

Um amor, uma vida. Morre Terezinha Barreto.
É com bastante pesar, que anunciamos o falecimento de dona Terezinha Barreto Fernandes, esposa de seu Cassiano Fernandes, que lutou por anos acometida de alzheimer, mas até o fim teve o calor e o amor de seu esposo ao seu lado.

A noite de ontem (15), a mesma deu entrada, mais uma vez, no Hospital Regional de Caraúbas, mas, às 22h17 não mais resistiu aos problemas que sua saúde atribuía, entregando-se ao descanso eterno nos braços de Deus.

Nos consternamos com pesar, mas temos a certeza de que o amor entre duas pessoas é capaz de superar toda e qualquer barreira, pois conheci um homem que dedicou-se literalmente a tudo aquilo que prometeu, no pé do altar, a Deus. 

A vida se fecha no ciclo que é determinado por Deus e hoje temos a certeza que ela (dona Terezinha) cumpriu o seu estágio no mundo terreno, como filha, como neta, como irmã, como tia, como esposa, como mãe, como avó e como amiga e irmã em Cristo de todos aqueles que souberam entender que o amor vence tudo.

Vá com Deus e receba Dele a dádiva de agora ser a zeladora de todos que a amaram em vida aqui, em especial a este homem (Cassiano Fernandes) que dedicou-se de corpo e alma pela senhora. Que a paz de Deus conforte os corações de todos.
Uma luta pela vida que chega ao fim. Uma luta pelo amor que jamais morrerá. Uma luta pela vida que chega ao fim. Uma luta pelo amor que jamais morrerá. Reviewed by Ricardo Adriano on fevereiro 16, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste