• Notícias de Última Hora

    sábado, 25 de março de 2017

    Delator cita senador Lobão em esquema em Belo Monte

    Edison Lobão foi citado no depoimento do executivo Benedicto Júnior ao TSE
    O executivo Benedicto Júnior, ex-presidente da Construtora Odebrecht, mencionou, em depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o pagamento de propina nas obras da usina de Belo Monte e citou o nome do senador Edison Lobão (PMDB-MA). Ele disse que a obra foi incorporada à sua área depois que as tratativas do pagamento já estavam feitas, mas falou em "compromissos" destinados a dois partidos: o PT e o PMDB.


    Com relação ao PT, segundo ele, o herdeiro do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, indicou que as contribuições não deveriam ser feitas. "Não houve nada ao PT especificamente feito por Belo Monte por orientação do próprio Marcelo", disse.

    BJ, como é conhecido, prestou depoimento na ação que investiga abuso de poder político e econômico na eleição presidencial de 2014. Ele não deu detalhes sobre os pagamentos ao PMDB pela obra de Belo Monte, mas disse que as informações constam em relatos de outros executivos que firmaram acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal.

    "Os nomes das pessoas são os que estão circulando aí. Se não me engano, foi combinado através do Doutor Edison Lobão e teve um outro, um deputado ou um ex-deputado, que posteriormente ao doutor Edson Lobão foi quem recebeu em nome do PMDB, um deputado do Pará. Essas foram as duas pessoas cujos nomes eu ouvi".

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture