• Notícias de Última Hora

    sábado, 25 de março de 2017

    Domingo de protestos será momento de brasilidade

    A eleição de 2014 já teria sido anulada no ano passado, diz Villa
    Marco Antonio Villa, que participará dos protestos contra a corrupção neste domingo (26), diz que há preparado um "clima para transformar domingo num dia da cidadania".
    "Tem que sair de casa e se manifestar, um momento de brasilidade", sugere.
    Sobre a frase do ex-presidente Lula contra o procurador Deltan Dallagnol, a quem chamou de "moleque", Villa disse: "ele (Lula) sabe que criou e foi o comandante máximo do maior desvio de recursos públicos. O esquema criminoso está aí, revelado, as condenações, as prisões em Curitiba".
    "Lula continuar solto é uma humilhação aos brasileiros de bem", afirma. 
    TSE
    Villa também comentou sobre a tramitação do processo de cassação contra a chapa Dilma/Temer. "A eleição de 2014 já teria sido anulada no ano passado", opina. "Houve uma manobra no TSE", disse.
    "Os fatos mostram isso – não há eleição mais suja". O comentarista também exige: "Moraes terá de se declarar impedido", caso o ex-ministro da Justiça e atual ministro do Supremo participe do julgamento da chapa.
    "O cenário que se desenha é a separação das chapas", lamenta o historiador. "Vão tentar fazer o caixa dois, o golpe em lista, o foro privilegiado e tal". 
    "As condições estão colocadas, depende do cidadão e da cidadã brasileira ter consciência", conclama novamente.
    Ouça o comentário de Villa no Jornal da Manhã deste sábado AQUI.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture