Domingo de protestos será momento de brasilidade

A eleição de 2014 já teria sido anulada no ano passado, diz Villa
Marco Antonio Villa, que participará dos protestos contra a corrupção neste domingo (26), diz que há preparado um "clima para transformar domingo num dia da cidadania".
"Tem que sair de casa e se manifestar, um momento de brasilidade", sugere.
Sobre a frase do ex-presidente Lula contra o procurador Deltan Dallagnol, a quem chamou de "moleque", Villa disse: "ele (Lula) sabe que criou e foi o comandante máximo do maior desvio de recursos públicos. O esquema criminoso está aí, revelado, as condenações, as prisões em Curitiba".
"Lula continuar solto é uma humilhação aos brasileiros de bem", afirma. 
TSE
Villa também comentou sobre a tramitação do processo de cassação contra a chapa Dilma/Temer. "A eleição de 2014 já teria sido anulada no ano passado", opina. "Houve uma manobra no TSE", disse.
"Os fatos mostram isso – não há eleição mais suja". O comentarista também exige: "Moraes terá de se declarar impedido", caso o ex-ministro da Justiça e atual ministro do Supremo participe do julgamento da chapa.
"O cenário que se desenha é a separação das chapas", lamenta o historiador. "Vão tentar fazer o caixa dois, o golpe em lista, o foro privilegiado e tal". 
"As condições estão colocadas, depende do cidadão e da cidadã brasileira ter consciência", conclama novamente.
Ouça o comentário de Villa no Jornal da Manhã deste sábado AQUI.
Domingo de protestos será momento de brasilidade Domingo de protestos será momento de brasilidade Reviewed by Ricardo Adriano on março 25, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste