Grupo que comanda a fábrica Itapetinga decreta falência e pode demitir 370 em Mossoró

O Grupo João Santos, detentora do cimento Nassau, responsável por 13% do mercado de cimento do País, decretou sua falência oficialmente no último fim de semana. A informação foi confirmada pelo Blog  do Antônio Martins.
O grupo detinha o controle de 12 fábricas, no Norte, Nordeste e Sudeste do país – incluindo a unidade de Mossoró. A Nassau produzia 6,4 milhões de toneladas de cimento por mês.
Em Mossoró a unidade funciona normalmente nesta segunda-feira. Segundo um funcionário que não quis se identificar não chegou nenhum comunicado oficial a empresa e todos os procedimentos continuam em andamento sem alterações.
A fábrica de Mossoró emprega 370 funcionários de ordem direta e um grande número de funcionários de forma indireta. Informações extra oficiais dão conta de que a fábrica de Mossoró continuará funcionando, mas até o momento não foi apresentada nenhuma garantia para que a unidade continue em produção.
Além das fábricas que produziam cimento, o Grupo João Santos controlava usinas de açúcar e etanol, fábricas de papel e celulose e uma rede de comunicação, a Rede Tribuna, presente em Pernambuco e Espírito Santo.
A crise no grupo se instalou após uma guerra travada entre familiares do patriarca e fundador, o pernambucano João Pereira dos Santos. O empresário morreu de infarto, em 15 de abril de 2009, aos 101 anos.
A briga familiar pelo controle do grupo, que levou à falência do grupo, teve de um lado Fernando Santos, José Bernardino Santos e Maria Clara Santos, filhos de João Santos, e de outro, as irmãs de João Santos, Ana Maria Santos e Rosália Santos, além de Alexandra, Rodrigo e Maria Helena, filhos do primogênito João Santos Filho, morto em 1980 num desastre de avião no Paraguai.
No ano de de 2010, o patrimônio do grupo era avaliado em R$ 5 bilhões.
Grupo que comanda a fábrica Itapetinga decreta falência e pode demitir 370 em Mossoró Grupo que comanda a fábrica Itapetinga decreta falência e pode demitir 370 em Mossoró Reviewed by Ricardo Adriano on março 20, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste