Kelsp critica sucessivos pedidos de urgência pára projetos do Governo


O deputado Kelps Lima (Solidariedade) chamou atenção para mais um pedido de urgência por parte do Governo do Estado. Dessa vez, para projeto que prevê a contratação de 530 agentes penitenciários via concurso. Apesar de aprovar a proposta, o deputado se pronunciou durante a sessão ordinária dessa terça-feira (21) e criticou o que ele chamou de ‘projetos de ocasião’.

“Concordamos que o pedido tem importância, principalmente diante da situação atual. Mas queria chamar a atenção para o ano passado, quando a Assembleia aprovou, em regime de urgência, projeto do Governo do Estado que previa a contratação de agentes penitenciários temporários.  O projeto foi aprovado pela maioria e o Governo não contratou nenhum agente”, disse.

Para o parlamentar “são projetos mal feitos, de ocasião, feitos na agonia. Mas espero que o concurso saia do papel, porque de fato a gente precisa urgente desses agentes penitenciários”, disse o deputado que ainda criticou o Governo por “não ter rumo”.

A matéria que prevê a contratação de 530 agentes penitenciários para o Rio Grande do Norte através de concurso público, foi apreciada pelos deputados que compõem o Colegiado de Líderes, na manhã desta terça-feira. Segundo o deputado, que faz parte do grupo, a dispensa na tramitação da mensagem governamental foi acordada por unanimidade após deliberação.

O deputado e líder do governo na Casa, Dison Lisboa (PSD), destacou acordo firmado entre Governo do Estado e Ministério Público, com sentença judicial proferida, para contratação de 530 agentes penitenciários. “A mensagem cria os cargos e esta Casa concordou, visto que é um projeto extremamente relevante”, finalizou.

Portal Assembleia Legislativa do RN
Kelsp critica sucessivos pedidos de urgência pára projetos do Governo Kelsp critica sucessivos pedidos de urgência pára projetos do Governo Reviewed by Ricardo Adriano on março 21, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste