• Notícias de Última Hora

    terça-feira, 14 de março de 2017

    Liturgia da Palavra de hoje (14)

    Primeira Leitura (Is 1,10.16-20)

    Leitura do Livro do Profeta Isaías.
    10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Gomorra. 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. 18Vinde, debatamos — diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como lã. 19Se consentirdes em obedecer, comereis as coisas boas da terra. 20Mas se recusardes e vos rebelardes, pela espada sereis devorados, porque a boca do Senhor falou!

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 49)

    — A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
    — A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
    — Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.
    — Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!
    — Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.
    — Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

    Evangelho (Mt 23,1-12)

    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.
    5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.
    6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Hoje, Jesus está olhando as atitudes dos mestres da Lei e dos fariseus; eles tem autoridade para interpretar a lei de Moisés, e tal autoridade deve ser respeitada. Eles estudaram, tornaram-se conhecedores; o que ensinavam estava certo, mas o que faziam não! Por isso, Jesus está dizendo: “Fazei o que eles ensinam”. A Lei de Moisés, a Palavra de Deus não foi mudada, mas não faça o que eles fazem.
    O que é pior na prática de alguém? É a pessoa não fazer aquilo que ensina! É o pior modelo que podemos ter de algum mestre, de alguém que ensina algo para o outro.
    Você vai a uma autoescola para alguém o ensinar a dirigir; a pessoa lhe ensina tudo, mas não pratica nada daquilo que faz. Ela o ensina a colocar o cinto de segurança, mas ela não coloca; ensina a respeitar os sinais, mas ela não respeita. Esse é um falso mestre, é um mestre que o ensinou o que é correto: a colocar o cinto, a observar as leis de trânsito, mas a prática dele não deve ser seguida.
    Isso serve para a nossa própria vida. Precisamos aprender justamente isso: eu preciso ser modelo para os outros não por aquilo que falo, mas, em primeiro lugar, por aquilo que vivo.
    O que houve de erro da parte deles [mestres da Lei e fariseus] é que se detiveram simplesmente em querer ter muito conhecimento e ensinar demais aos outros, mas pouco a vida. Tenhamos muito mais vida do que teoria, tenhamos muito mais práticas do que simplesmente ensinamentos ditos.
    “Quem dentre vós deseja ser maior, que seja aquele que serve”. No serviço, no dedicar-se ao cuidado do outro está o segredo da vida. Quem se faz servidor do outro não é elevado pelo sentimento de grandeza, de engrandecimento, de sentir-se melhor e maior. Pelo contrário, procure seguir o exemplo do Mestre Jesus, que se humilhou para ser um de nós e como nós.
    Sabe, entre nós não podemos valorizar os títulos, os conhecimentos, a importância que a pessoa tem. Entre nós precisamos valorizar a simplicidade de vida, o sentido do serviço, o cuidar do outro, aplicar-se no outro.
    Às vezes, eu fico preocupado, porque, na igreja, o que mais falta são servidores. Há muitas pessoas que têm vanglórias de fazer parte deste e daquele outro movimento da igreja, é valorizado somente pelos títulos de importância: “o líder, o coordenador”. Louvado seja Deus pelo líder e pelo coordenador, que é servo, mas maldito seja aquele que usa do título para se sobressair, para sentir-se melhor e mais importante do que os outros. Esse não entendeu nada do Evangelho, não entendeu nada de Cristo!
    Quem se coloca para servir a Cristo se põe, acima de tudo, para ser servidor dos irmãos distribuindo folhetos, lavando a igreja, cuidando do próximo, dos doentes e necessitados, fazendo sobretudo aquele serviço que muitos não reconhecem, mas é um verdadeiro servidor de Cristo!
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture