• Notícias de Última Hora

    sábado, 4 de março de 2017

    Ministério da Saúde amplia público-alvo de seis vacinas

    Abertura ampliará número de
     pessoas imunizadas no País
    O Ministério da Saúde anunciou hoje (3) a ampliação do público-alvo para seis doses que integram o Calendário Nacional de Vacinação.
    A dose contra hepatite A passa a ser disponibilizada para crianças até 5 anos. Antes, a idade máxima era 2 anos.
    Já a tetra viral (contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela), este ano, passa a ser administrada de 15 meses até 4 anos. Antes, a aplicação era feita entre 15 meses e menores de 2 anos.
    A vacina contra o HPV será oferecida para meninos, homens que vivem com HIV entre 9 e 26 anos e para imunodeprimidos, como transplantados e pacientes oncológicos.
    A meningocócica C passa a ser disponibilizada para adolescentes de 12 e 13 anos. A faixa etária será ampliada gradativamente até 2020, quando serão incluídos crianças e adolescentes de 9 a 13 anos.
    A vacina dTpa adulto (contra difteria, tétano e coqueluche) passa a ser recomendada para as gestantes a partir da 20ª semana. As mulheres que perderam a oportunidade de se vacinar durante a gravidez devem receber a dose durante o puerpério (até 40 dias após o parto).
    E, por fim, a tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) terá uma segunda dose introduzida para a população de 20 a 29 anos. Anteriormente, a segunda dose era aplicada apenas em pessoas com até 19 anos.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture