Ministério da Saúde amplia público-alvo de seis vacinas

Abertura ampliará número de
 pessoas imunizadas no País
O Ministério da Saúde anunciou hoje (3) a ampliação do público-alvo para seis doses que integram o Calendário Nacional de Vacinação.
A dose contra hepatite A passa a ser disponibilizada para crianças até 5 anos. Antes, a idade máxima era 2 anos.
Já a tetra viral (contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela), este ano, passa a ser administrada de 15 meses até 4 anos. Antes, a aplicação era feita entre 15 meses e menores de 2 anos.
A vacina contra o HPV será oferecida para meninos, homens que vivem com HIV entre 9 e 26 anos e para imunodeprimidos, como transplantados e pacientes oncológicos.
A meningocócica C passa a ser disponibilizada para adolescentes de 12 e 13 anos. A faixa etária será ampliada gradativamente até 2020, quando serão incluídos crianças e adolescentes de 9 a 13 anos.
A vacina dTpa adulto (contra difteria, tétano e coqueluche) passa a ser recomendada para as gestantes a partir da 20ª semana. As mulheres que perderam a oportunidade de se vacinar durante a gravidez devem receber a dose durante o puerpério (até 40 dias após o parto).
E, por fim, a tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) terá uma segunda dose introduzida para a população de 20 a 29 anos. Anteriormente, a segunda dose era aplicada apenas em pessoas com até 19 anos.
Ministério da Saúde amplia público-alvo de seis vacinas Ministério da Saúde amplia público-alvo de seis vacinas Reviewed by Ricardo Adriano on março 04, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste