• Notícias de Última Hora

    sexta-feira, 10 de março de 2017

    Sindicato dos Bancários afirma que Caixa não abrirá aos sábados no RN

    O Sindicato dos Bancários do RN emitiu nota destacando que empregados da Caixa decidiram, em assembleia no dia 7 de março, que não aceitam trabalhar aos sábados. Segundo o sindicato as agências do RN não vão abrir aos sábados.
    Conforme o Art. 224 da CLT, a jornada de trabalho dos bancários é de seis horas contínuas nos dias úteis, “com exceção dos sábados”, somando 30 horas por semana. As exceções a esta regra, previstas no Decreto 27.048/49, dispõem sobre “motivo de força maior ou para atender à realização ou conclusão de serviços inadiáveis (…)”. O que não é o caso.
    Para abrir aos sábados a Caixa enviou ofício ao Sindicato dos Bancários do RN solicitando autorização, o que foi negado, baseado na Lei e nos Acordos da categoria.
    Mesmo assim, segundo o sindicato, a Caixa insistiu e solicitou mediação na SRTE no dia 17 de fevereiro. Para facilitar a solução do impasse o mediador sugeriu que o Sindicato convocasse uma assembleia, o que ocorreu no dia 7 de março.
    A Superintendência da Caixa no RN se empenhou em convocar pessoas favoráveis a abertura para comparecer a assembleia, contudo, o resultado legitimou a posição do Sindicato e os trabalhadores se recusaram a abrir as agências aos sábado.
    No dia 8 de março o Sindicato voltou a SRTE para apresentar o resultado da assembleia, mas a Caixa faltou à audiência e persiste na abertura. No último dia 18 de fevereiro houve limpasse com relação a abertura de agências no RN. Apesar do posicionamento externado pelo sindicato algumas agências funcionaram no sábado, incluindo a unidade de Mossoró.
    Quanto ao pagamento das contas inativas do FGTS
    – quem é correntista da Caixa terá os valores creditados em conta;
    – quem tem o cartão cidadão poderá sacar diretamente nos terminais de autoatendimento;
    – todos os dias as agências estão funcionando por duas horas a mais para atender a demanda.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture