• Notícias de Última Hora

    terça-feira, 11 de abril de 2017

    Apelido ‘Amigo’ em planilha é Lula, diz Marcelo Odebrecht a Moro

    Marcelo Odebrecht, ex-presidente da construtora, que foi ouvido por Moro (Heuler Andrey/AFP)
    Marcelo Odebrecht, ex-presidente da construtora, confirmou nesta segunda-feira em depoimento ao juiz Sergio Moro que o apelido “Amigo” citado nas planilhas em que a  empreiteira registra doações a políticos é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O depoimento é o primeiro dado pelo empresário na condição de delator a Moro, mas ele já havia confirmado em dezembro do ano passado, ao falar à força-tarefa da Operação Lava Jato, que Lula havia recebido dinheiro da Odebrecht.
    Em setembro, a Polícia Federal também divulgou relatório de conclusão do seu inquérito que apontava que Lula era o “Amigo” que aparecia na lista – o apelido, às vezes, aparecia com variações como “Amigo do meu pai” e “Amigo de EO”, ambos em referência a Emilio Odebrecht, pai de de Marcelo, que reassumiu a presidência da companhia após a prisão do filho.

    Segundo a PF, o ex-presidente teria recebido 8 milhões de reais de uma “conta-corrente” da propina, como classificou a corporação, pagos entre o fim de 2012 e ao longo de 2013. Segundo o Jornal Nacional, da TV Globo, o valor citado nesta segunda-feira a Moro é de 13 milhões de reais. Parte do valor teria sido usada para comprar um terreno para abrigar a sede do Instituto Lula.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture