• Notícias de Última Hora

    sábado, 8 de abril de 2017

    Em nota Coopmed anuncia paralisação de todos os serviços do SAMU, UTI e assistência materno-infantil

    A Cooperativa dos Médicos do Rio Grande do Norte divulgou nota confirmando que a partir do dia 10 de abril todos os serviços de médicos do SAMU, UTI do Hospital Walfredo Gurgel e do Santa Catarina e a assistência materno-infantil estarão paralisadas no Estado.
    Além disso, atualmente, já há grande redução das cirurgias de alta e média complexidade, onde apenas 30% delas estão sendo realizadas também reflexo do atraso de quase um ano no pagamento dos prestadores de serviço, no caso os hospitais conveniados ao SUS.
    Veja a nota da Coopmed na íntegra:
    A COOPERATIVA MÉDICA DO RIO GRANDE DO NORTE – COOPMED – RN VEM, COM EXTREMA PREOCUPAÇÃO, INFORMAR À POPULAÇÃO DO NOSSO ESTADO, QUE A PARTIR DO DIA 10 DE ABRIL DE 2017, ÀS 7h, PARALISARÁ POR TEMPO INDETERMINADO OS SERVIÇOS TAIS COMO, SAMU METROPOLITANO, TERAPIA INTENSIVA (UTI WALFREDO GURGEL) E ASSISTÊNCIA MATERNO INFANTIL (HOSPITAL DE SÃO JOSE DE MIPIBU, SANTA CATARINA E MACAIBA), ALÉM DO SERVIÇO DE PEDIATRIA DO WALFREDO GURGEL.
    TODOS OS SERVIÇOS DE SAÚDE SÃO IMPORTANTES, MAS DESTACAMOS AQUI A GRANDE PREOCUPAÇÃO DA DESCONTINUIDADE DOS SERVIÇOS DO SAMU (SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÉDICO DE URGÊNCIA) QUE CONTEMPLA ATENDIMENTO PARA TODOS OS CIDADÃOS DO NOSSO ESTADO. INFELIZMENTE OS MOTIVOS QUE LEVARAM A ESTA PREOCUPANTE SITUAÇÃO SÃO AS FREQUENTES FALTA DE CONDIÇÕES DE TRABALHO E O REITERADO INADIMPLEMENTO DO PAGAMENTO DOS PROFISSIONAIS, QUE JÁ SOMAM CENTO E VINTE DIAS (4 MESES) SEM O RECEBIMENTO DOS SEUS HONORÁRIOS. ESTA COOPERATIVA NOTIFICOU FORMALMENTE E ESTEVE EM REUNIÃO NA GOVERNADORIA, ONDE O SR. SECRETÁRIO ESTADUAL DE SAÚDE DEMONSTROU-SE BASTANTE PREOCUPADO E SENSÍVEL A CAUSA E SUAS CONSEQUÊNCIAS, PORÉM NOS INFORMOU QUE DEPENDE FUNDAMENTALMENTE DO REPASSE DOS RECURSOS ADVINDOS DA SECRETARIA DO PLANEJAMENTO. ESTE FATO NOS PREOCUPA BASTANTE, POIS FREQUENTEMENTE A ASSISTÊNCIA À POPULAÇÃO NORTERIOGRANDENSE É INTEROMPIDA, NOS MAIS DIVERSOS SETORES, POR INSENSIBILIDADE E FALTA DE PRIORIZAÇÃO DE REPASSE DA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO.
    A COOPERATIVA E A CLASSE MÉDICA ENXERGAM A SUSPENSÃO DESTES SERVIÇOS COM BASTANTE PREOCUPAÇÃO, O QUE NOS FAZ SOLICITAR AJUDA ÀS INSTITUIÇÕES COMPETENTES NA BUSCA DA RESOLUÇÃO DESTE PROBLEMA COM A MÁXIMA BREVIDADE, EVITANDO ASSIM MAIORES DANOS AOS PACIENTES QUE JÁ SOFREM COM UMA SAÚDE PÚBLICA SUCATEADA E NÃO PRIORIZADA.
    Atenciosamente,
    A Diretoria.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture