• Notícias de Última Hora

    sábado, 8 de abril de 2017

    ONG somou homicídios de Natal com mais 13 cidades do RN

    O Governo do Rio Grande do Norte esclareceu que os dados da ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, que colocou Natal como a cidade mais violenta do Brasil, não contabilizou apenas hominídios na capital potiguar. Em nota, foi comunicado que mais 13 municípios foram analisados no estudo.

    Confira nota na íntegra.
    Sobre a pesquisa divulgada pela ONG Mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) esclarece que:
    · A metodologia utilizada na pesquisa não registrou dados somente de Natal. Foram contabilizados os homicídios das cidades de Arês, Ceará-Mirim, Extremoz, Goianinha, Ielmo Marinho, Macaíba, Maxaranguape, Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Vera Cruz.
    · Medidas estão sendo adotadas para coibir o crescimento dos índices. A Sesed fortaleceu a Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). Foi elevada em 20% a capacidade do sistema Guardião, responsável pelas interceptações telefônicas, contribuindo diretamente no trabalho do setor de inteligência da Sesed e investigações da Polícia Civil. O Plano Nacional de Segurança, que tem como objetivo reduzir os índices de homicídios dolosos, conta em Natal com 120 policiais no trabalho ostensivo das ruas e ainda com os peritos criminais e a polícia investigativa colaborando na elucidação dos casos junto à DHPP.
    · A secretaria reafirma o compromisso com a transparência das estatísticas. Todos os relatórios referentes aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) apontados pela Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminais (Coine) estão disponíveis no site: http://www.defesasocial.rn.gov.br

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture