• Notícias de Última Hora

    sábado, 8 de abril de 2017

    Pau dos Ferros terá orquestra filarmônica herdada em testamento

    O município de Pau dos Ferros, no Alto Oeste do Rio Grande do Norte, terá sua primeira Orquestra Filarmônica graças a uma benfeitoria de um conterrâneo que, em vida, deixou em seu testamento o desejo para que tal intervenção cultural fosse realizada após sua morte.
    A recém-criada Sociedade Filarmônica Pauferrense (SFP), pensada pelo ilustre filho da cidade e patrono da orquestra, Antônio de Holanda Cavalcanti, convida agora para a inscrição da primeira turma de iniciação na orquestra, cujo público-alvo são crianças carentes. O ensino é gratuito.
    As inscrições para o projeto podem ser feitas pela internet no link ao fim desta reportagem. Para a primeira turma, estarão disponíveis 80 vagas, que podem ser preenchidas por alunos a partir de 13 anos.
    Curador do projeto, Flávio Carneiro, sobrinho do idealizador da Filarmônica, explica que a proposta é um sonho que demorou para ser realizado.
    “Atravessamos dificuldades jurídicas para concretizar esse projeto, mas finalmente o desejo de meu tio se concretiza nesse projeto cultural”, destacou.
    Para consultar mais informações ou realizar as inscrições, basta acessar este link: https://goo.gl/DrhwiV
    SOBRE O PATRONO

    Nascido em 13 de agosto de 1939, em uma família numerosa em Pau dos Ferros, Antônio de Holanda Cavalcanti não demorou muito a se dedicar aos estudos.
    Deixou sua cidade natal para conquistar vaga no curso de Engenharia Aeronáutica no Instituto Técnico da Aeronáutica, onde se formou ao fim da década de 1950.
    Depois de uma breve experiência profissional, decidiu empreender uma nova fase em sua vida, migrando para o movimento de fundação da região Centro-Oeste, construindo sua história em Goiás.
    Último descendente do patriarca Joaquim de Holanda, morreu em 11 de agosto de 2010, deixando em seu legado o desejo de promover o bem.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture