• Notícias de Última Hora

    segunda-feira, 24 de abril de 2017

    Reforma permite reduzir salários, dizem entidades

    Relator nega retirada de direitos e diz que reforma atualiza legislação que já tem mais de 70 anos (Reinaldo Canato/VEJA)
    O projeto de reforma trabalhista, previsto para ser votado nesta semana na Câmara, anula direitos que protegem o trabalhador desde 1º de maio de 1943, quando foi criada a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Isso é o que diz estudo feito pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) sobre o texto que será votado.
    OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e MPT (Ministério Público do Trabalho) também alertam para a retira da de direitos que levarão à precarização do trabalho e redução da massa salarial.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture