Rússia criminaliza as Testemunhas de Jeová

Testemunhas de Jeová na Rússia (Alexander Aksakov/For The Washington Post/Getty Images)
O Tribunal Supremo de Rússia proibiu nesta quinta-feira as atividades das Testemunhas de Jeová. A organização religiosa foi considerada extremista. O tribunal determinou a suspensão imediata de suas atividades e o confisco de suas propriedades. Serão dissolvidos o centro de direção das Testemunhas de Jeová na Rússia assim como suas 395 filiais em todo o país.
O pedido foi apresentado pelo Ministério da Justiça, no final de março. Seu representante, Svetlana Borisova, justificou o requerimento durante uma audiência no Supremo, “A organização religiosa Testemunhas de Jeová mostra indícios de extremismo. Representa uma ameaça para nossos cidadãos, à ordem pública e à segurança da sociedade”. Ainda, Borisova se mostrou contrário à proibição religiosa de doar sangue, e classificou a ação como “uma ameaça à vida das pessoas”.
Em entrevista ao The Guardian, a Human Rights Watch criticou a decisão do supremo Russo. “A decisão da Suprema Corte de banir as Testemunhas de Jeová na Rússia é um terrível golpe para a liberdade de religião e associação na Rússia”, disse a vice-diretora para a Europa e Ásia Central da Human Rights Watch, Rachel Denber.
Rússia criminaliza as Testemunhas de Jeová Rússia criminaliza as Testemunhas de Jeová Reviewed by Ricardo Adriano on abril 20, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste