• Notícias de Última Hora

    terça-feira, 18 de abril de 2017

    Secretário de Segurança do RN pede exoneração

    O delegado da Polícia Federal Caio César Marques Bezerra, pediu exoneração do cargo de secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte nesta segunda-feira.
    O secretário que alegou razões pessoais reuniu a imprensa na sede da Sesed no início da noite para responder questionamento. Antes, emitiu uma carta com o balanço das ações desencadeadas na sua gestão, com agradecimentos as pessoas que estiveram diretamente ligadas à secretaria.
    A carta divulgada nesta segunda-feira tem data de 10 de abril.
    • Leia na íntegra a carta entregue ao governador Robinson Faria:
    Exmo. Sr. Governador do Estado do Rio Grande do Norte.
    Caio César Marques Bezerra, brasileiro, casado, delegado de Polícia         Federal, vem respeitosamente, requerer perante Vossa Excelência a exoneração do cargo           de Secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Rio Grande do Norte,               consoante o que segue.
    Estive dois anos cedido ao Estado do Rio Grande do Norte, exercendo as funções              de Secretário adjunto e, nos últimos 6 meses, como Secretário de Segurança. Por razões de ordem estritamente particular, que vem exigindo de mim maior atenção e dedicação, não é possível continuar à frente desta pasta.
    Somos cônscios que a Secretaria de Segurança Pública e suas instituições vinculadas não são indutoras da violência, pelo contrário. As forças de segurança pública trabalham além do limite da exaustão física para combater a violência.
    Dentre outras ações, foi motivo de orgulho haver contribuído em fundar os pilares da Polícia Comunitária no Estado do Rio Grande do Norte, inclusive com marcos normativos e sistemas informatizados para apoio desse importante processo de segurança pública.
    Contribuímos também para a criação do sistema estadual de Inteligência e com a             implementação do sistema de Análise Criminal (sistema Converge), além do Plano           Estratégico de Segurança Pública, o qual define uma política de segurança pública para os              próximos quatro anos, da qual já se encontra em execução cerca de 49 milhões de reais de                 um total de 205 milhões para todo o período.
    Tais medidas têm em sua essência o respeito aos princípios da continuidade do serviço público e da impessoalidade, missão precípua de nossa passagem pela Sesed, a fim de que a gestão da segurança avançasse independentemente da equipe que estivesse à frente da pasta.
    Ainda como Secretário Adjunto, somamos esforços para a criação da DHPP, a qual,             após um debate de anos pelas vias burocráticas, foi aprovada por lei sua instituição ainda               em 2016, constituindo-se em importante medida de combate a violência. A segurança pública vivencia uma fase de reestruturação e reorganização muito salutar.
    Fico feliz de ter dado minha contribuição a esses importantes projetos inerentes à              Segurança Pública de nosso Estado, assim como de ter participado do esforço de             renovação do trabalho de investigação da polícia civil, mesclando a experiência dos mais             antigos e oportunizando o aproveitamento dos novos policiais em posições estratégicas.
    Agradeço a oportunidade que nos foi dada por Vossa Excelência, que me deu a              honra de trabalhar com profissionais que visam diuturnamente o interesse público, como            Kalina Leite, Clayton Pinho, Raimundo Florêncio, Sheila Freitas, André Azevedo, Sócrates           Vieira, Márcio Lemos, Matheus Trindade, Odair de Souza, Marcos Brandão,          representativos de outros inúmeros servidores de excelência da SESED e das instituições            que integram a segurança pública.
    Agradeço também a Tatiana Cunha e em seu nome gostaria de estender aos demais secretários de Estado minha gratidão pela parceria em inúmeros projetos comuns nesses dois anos cedido ao Estado do Rio Grande do Norte.
    Retorno à Polícia Federal, com a qual fiz questão de manter estreito diálogo e a parceria para ações de combate ao crime. Retorno à minha instituição de origem para dar continuidade ao trabalho que sempre me realizou como profissional, dentro de um estilo que busquei manter-me fiel, de seriedade, discrição, muito trabalho e de compromisso com a segurança pública. Isto posto, venho requerer exoneração do cargo de Secretário de Segurança e Defesa Social do Estado do Rio Grande do Norte.
    Nestes termos, Pede deferimento. 
    Natal, 10 de abril de 2017.
    CAIO CÉSAR MARQUES BEZERRA 
    Secretário de Segurança e Defesa Social

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture