• Notícias de Última Hora

    sábado, 6 de maio de 2017

    Família soube de estupro coletivo de criança por vídeo

    © Fábio Motta|Estadão Protesto no
     Rio contra violência sexual
    A família da menina de 12 anos vítima de um estupro coletivo na Baixada Fluminense, na semana passada, só soube do crime ao ver o vídeo gravado pelos estupradores e compartilhado em redes sociais. Neste sábado, 6, a Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav) está procurando a casa onde ela foi abusada e os autores do estupro.
    O vídeo tem cerca de um minuto e está sendo disseminado pelo WhatsApp e o Facebook. Mostra a criança cercada por quatro homens, enquanto um outro os filma. 
    O estupro teria sido no último domingo, depois de uma festa numa comunidade pobre da Baixada Fluminense (o nome do município não está sendo divulgado, para a preservação da vítima). Ela teria sido enganada pelos estupradores, de modo que ficasse mais no local e fosse violentada. Eles teriam ligações com o tráfico de drogas local.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture