• Notícias de Última Hora

    quarta-feira, 10 de maio de 2017

    Liturgia da Palavra de hoje (10)

    Primeira Leitura (At 12,24-13,5a)
    Leitura dos Atos dos Apóstolos.
    Naqueles dias, 24a palavra do Senhor crescia e se espalhava cada vez mais. 25Barnabé e Saulo, tendo concluído seu ministério, voltaram de Jerusalém, trazendo consigo João, chamado Marcos.
    13,1Na Igreja de Antioquia, havia profetas e doutores. Eram eles: Barnabé, Simeão, chamado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, que fora criado junto com Herodes, e Saulo.
    2Um dia, enquanto celebravam a liturgia, em honra do Senhor, e jejuavam, o Espírito Santo disse: “Separai para mim Barnabé e Saulo, a fim de fazerem o trabalho para o qual eu os chamei”. 3Então eles jejuaram e rezaram, impuseram as mãos sobre Barnabé e Saulo, e deixaram-nos partir.
    4Enviados pelo Espírito Santo, Barnabé e Saulo desceram a Selêucia e daí navegaram para Chipre. 5aQuando chegaram a Salamina, começaram a anunciar a Palavra de Deus nas sinagogas dos judeus. Eles tinham João como ajudante.

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 66)
    — Que as nações vos glorifiquem ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.
    — Que as nações vos glorifiquem ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.
    — Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.
    — Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.
    — Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!

    Evangelho (Jo 12,44-50)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo, 44Jesus exclamou em alta voz: “Quem crê em mim não é em mim que crê, mas naquele que me enviou. 45Quem me vê, vê aquele que me enviou. 46Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.
    47Se alguém ouvir as minhas palavras e não as observar, eu não o julgo, porque eu não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo. 48Quem me rejeita e não aceita as minhas palavras já tem o seu juiz: a palavra que eu falei o julgará no último dia. 49Porque eu não falei por mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, ele é quem me ordenou o que eu devia dizer e falar. 50E eu sei que o seu mandamento é vida eterna. Portanto, o que eu digo, eu o digo conforme o Pai me falou”.

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Andamos em meio às trevas e à escuridão do mundo, e essas trevas e escuridão que estão no mundo vêm para dentro do nosso coração. Nossa alma e nosso coração encontram-se num verdadeiro abismo, andamos perdidos, desnorteados, sem saber para onde vamos e aonde vamos parar.
    Jesus está nos dizendo que veio a este mundo como luz e para ser luz. Fico pensando: “Se tudo aqui se apagasse, ficasse escuro, você poderia até ouvir minha voz, mas ficaria perdido: ‘Onde ele está?’. Eu estaria perdido até para dirigir-me a você, aliás, eu nem poderia gravar, porque não veria a câmera na minha frente, porque faltaria a luz [diz o padre referindo-se ao vídeo].
    A luz tudo clareia, ilumina, dá firmeza, direção, proximidade e certeza. A escuridão nos leva a nos machucarmos, a tropeçarmos e cairmos; ela nos leva aos abismos e tropeços da vida, para a escuridão eterna.
    Precisamos viver e caminhar na luz. Por isso, quando olho para Jesus, vou até Ele buscar a luz de que eu preciso para tantas coisas que, dentro de mim, estão obscuras, caminhos que não entendo, situações que eu não sei resolver, estradas que eu não sei por onde caminhar, que direção tomar.
    A primeira coisa: recolha-se na sobriedade do Espírito. Não encontramos luz quando tudo está muito agitado, acalorado e efervescente. A luz de Deus traz calma e sobriedade para o Espírito. No entanto, não fiquemos só no comparativo, tragamos isso para a vida prática. A luz de Deus é direção para nossa vida, e a direção de que a nossa vida precisa é sobriedade, temperança e calma.
    A calma nos faz fugir, muitas vezes, desse modo agitado que nos faz resolver tantas coisas. E quando fazemos tudo de forma agitada e brusca, quando nos atropelamos, é porque falta a luz, que é Jesus, uma luz que traz serenidade à nossa alma e ao nosso coração.
    Quem crê em Jesus não permanece nas trevas, não permanece nas dúvidas nem na escuridão. Até podemos passar por caminhos escuros, caminhar nas dúvidas e incertezas da vida, mas não permanecermos nelas, porque a luz de Jesus vai iluminando o nosso caminhar e dando direção à vida.
    Não posso querer viver em Jesus e caminhar em meio às falsas luzes que o mundo nos dá, mas quando eu permito que Jesus seja luz para minha vida, Ele me aponta o caminho e a direção que devo seguir!
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture