• Notícias de Última Hora

    quinta-feira, 18 de maio de 2017

    STF afasta Aécio Neves do cargo e autoriza prisão de irmã

    O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) sejam imediatamente afastados de seus mandatos parlamentares. A decisão de Fachin se assemelha à tomada pelo ministro Teori Zavascki em 2016, quando foi determinado o afastamento do então deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
    Os mandados são cumpridos no gabinete do presidente do PSDB e na na casa do parlamentar em Brasília. O Supremo também autorizou a prisão da irmã do senador, Andréa Neves.
    Segundo o empresário Joesley Batista, que fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República, ao lado de seu irmão Wesley Batista e outros cinco executivos da JBS, Aécio pediu 2 milhões de reais para supostamente custear a defesa dele na Operação Lava Jato.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture