Empresária da região de Sousa é condenada a 1 ano e 8 meses de prisão por receber ilegalmente dinheiro do Bolsa Família

Em processo movido pelo Ministério Público Federal da cidade de Sousa, a empresária Maria Ednatânia Sarmento de Abrantes da cidade do Lastro foi condenada a prisão por receber indevidamente o Bolsa Família, programa destinado a pessoas carentes.

Segundo o MPF, ela recebeu indevidamente recursos do programa entre os meses de janeiro de 2009 a abril de 2015.

O ministério Público constatou que ela é empresária individual no ramo alimentício, possuindo um mercado de pequeno porte no município de Lastro, além de possuir um automóvel Fiat/Uno Mille Way Economic, Cor Verde, placa MOQ 7103, marca/modelo 2010.
A empresária foi condenada a um ao e oito meses de prisão além de multa. Na mesma decisão, a Justiça substituiu a pena de privativa de liberdade em penas restritivas de direito, sendo ela obrigada a depositar, o valor de R$ 2 mil, atualizado monetariamente desde a data do fato até à data do trânsito em julgado, em conta judicial, a ser destinado a entidades públicas e prestação de serviços à comunidade ou à entidade pública devendo ser cumprida à razão de uma hora por dia de condenação.
Ela ainda terá que devolver todo o montante recebido indevidamente por cerca de seis anos, que totaliza R$ 14.574,00.
Empresária da região de Sousa é condenada a 1 ano e 8 meses de prisão por receber ilegalmente dinheiro do Bolsa Família Empresária da região de Sousa é condenada a 1 ano e 8 meses de prisão por receber ilegalmente dinheiro do Bolsa Família Reviewed by Ricardo Adriano on junho 08, 2017 Rating: 5

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste