• Notícias de Última Hora

    sexta-feira, 9 de junho de 2017

    Liturgia da Palavra de hoje (9)

    Primeira Leitura (Tb 11,5-17)
    Leitura do Livro de Tobias.
    Naqueles dias, 5Ana estava sentada, observando atentamente o caminho por onde devia chegar seu filho. 6Percebeu que ele se aproximava e disse ao pai: “Teu filho está chegando, e com ele o homem que o acompanhou”. 7Antes que Tobias se aproximasse do pai, Rafael lhe disse: “Estou certo de que seus olhos se abrirão. 8Aplica-lhe nos olhos o fel do peixe. O remédio fará com que as manchas brancas se contraiam e se desprendam de seus olhos. Teu pai vai recuperar a vista e enxergará a luz”. 9Ana correu, atirou-se ao pescoço do filho e disse: “Voltei à ver-te, meu filho, agora posso morrer!” E chorou.
    10Tobit levantou-se e, tropeçando, atravessou a porta do pátio. 11Tobias foi ao seu encontro, tendo na mão o fel do peixe. Soprou-lhe nos olhos e, segurando-o, disse: “Confiança, pai!” Derramou o remédio e esfregou-o. 12Depois, com ambas as mãos, tirou-lhe as películas dos cantos dos olhos. 13Então Tobit caiu-lhe ao pescoço, chorando e dizendo: “Eu te vejo, meu filho, luz de meus olhos!” 14E acrescentou: “Bendito seja Deus! Bendito seja o seu grande nome! Benditos sejam todos os seus santos anjos por todos os séculos! 15Porque, se ele me castigou, agora vejo o meu filho Tobias!” A seguir, Tobit entrou com Ana em sua casa, louvando e bendizendo a Deus em alta voz, por tudo o que lhes tinha acontecido. E Tobias contou ao pai como tinha sido boa a viagem deles, por obra do Senhor Deus, como haviam trazido dinheiro e como se tinha casado com Sara, filha de Ragüel. Aliás, ela já se aproximava das portas de Nínive. 16Tobit e Ana alegraram-se muito e saíram ao encontro da nora, às portas da cidade. Vendo-o andar a passos largos e com toda a firmeza, sem que ninguém o conduzisse pela mão, os ninivitas se admiraram. 17E diante deles Tobit louvava e bendizia a Deus em alta voz, por ter sido misericordioso para com ele e por lhe ter aberto os olhos. E, aproximando-se de Sara, mulher de seu filho Tobias, abençoou-a e disse: “Bem-vinda sejas, minha filha. E bendito seja o teu Deus, filha, que te trouxe para junto de nós! Abençoado seja o teu pai, abençoado o meu filho Tobias e abençoada sejas tu, minha filha! Entra em tua casa com saúde, a ti bênção e alegria! Entra, minha filha!” E naquele dia foi grande o contentamento entre todos os judeus que se encontravam em Nínive.

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (145)
    — Bendize, ó minha alma, ao Senhor!
    — Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

    — Bendirei ao Senhor toda a vida, cantarei ao meu Deus sem cessar!
    — O Senhor é fiel para sempre, faz justiça aos que são oprimidos; ele dá alimento aos famintos, é o Senhor quem liberta os cativos.
    — O Senhor abre os olhos aos cegos, o Senhor faz erguer-se o caído; o Senhor ama aquele que é justo. É o Senhor quem protege o estrangeiro.
    — Ele ampara a viúva e o órfão, mas confunde os caminhos dos maus. O Senhor reinará para sempre! Ó Sião, o teu Deus reinará para sempre e por todos os séculos.

    Evangelho (Mc 12,35-37)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo, 35Jesus ensinava no Templo, dizendo: “Como é que os mestres da Lei dizem que o Messias é Filho de Davi? 36O próprio Davi, movido pelo Espírito Santo, falou: ‘Disse o Senhor ao meu Senhor: senta-te à minha direita, até que eu ponha teus inimigos debaixo dos teus pés’. 37Portanto, o próprio Davi chama o Messias de Senhor. Como é que ele pode então ser seu filho?” E uma grande multidão o escutava com prazer.

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Jesus está dissipando um entendimento errado ou uma visão reducionista que alguns judeus tinham e que muitos de nós temos da figura do Messias.
    Veja, Jesus é o filho de Davi, Ele é da descendência de Davi. O Messias é o filho de Maria, Ele é o filho adotivo de José, Ele nasceu da carne, da natureza humana da descendência de Davi. Nós, no entanto, corremos o risco de olharmos Jesus apenas na sua dimensão humana e não reconhecer n’Ele o Messias ungido, enviado e, sobretudo, o Messias que tem n’Ele a divindade, reconhecer que Ele é Deus como o Pai é Deus.
    Jesus causou muitas controvérsias no passado; hoje, muitos querem olhar para Ele apenas de forma humana. Sem contar também os que vivem outro extremo, querem olhar Jesus apenas de forma divina. Jesus é um anjo no meio de nós. Ele só tinha necessidades divinas, nenhuma necessidade humana. Não!
    Precisamos olhar para o Mestre Jesus como Nosso Senhor, como Nosso Deus e Salvador. Mas o magnífico, o belo de Deus é que Ele não desprezou a nossa humanidade, que é tão amada e querida por Ele, porque Ele se fez um de nós no Seu filho Jesus.
    Muitas vezes, queremos desprezar a nossa natureza humana, não queremos reconhecer que o ser humano é ser divino também, porque o Divino veio resgatar e salvar a nossa humanidade. Quando eu olho para Jesus, encontro n’Ele aquilo que a minha natureza humana precisa. Minha natureza humana precisa ser divinizada, humanizada, porque, muitas vezes, nem humanos nós somos uns com os outros, na nossa vivência, na nossa relação uns com os outros.
    Somos tantas vezes egocêntricos, ególatras, estamos tão centrados em nós, que vivemos uma humanidade fechada, diminuída e não vivemos a humanidade no seu sentido mais pleno e divino.
    Em Jesus não se separa mais o humano e o divino, e o Divino se torna humano para resgatar a nossa humanidade. O desejo de Jesus é que essa natureza humana seja cada vez mais divinizada. Não confunda divinizada com ter culto à pessoa humana, mas sim ter em nós a graça de Deus, o Seu amor e tudo aquilo que Ele traz para o nosso coração.
    Jesus, tu és o nosso Deus, o Nosso Salvador, o enviado, o Filho de Davi, o nosso Mestre, o Deus único em nossa vida. Que Jesus seja cada vez mais adorado, amado e aclamado no meio de nós!
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture