Parada LGBT pode se tornar patrimônio imaterial de São Paulo

Maior do mundo, a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo pode se tornar patrimônio cultural imaterial da cidade. É o que propõe o Projeto de Lei 399/2017, de autoria dos vereadores Eduardo Suplicy (PT) e Sâmia Bonfim (PSOL), protocolado na quarta-feira (14).
“Transformar a parada em patrimônio é uma forma de fortalecer o evento e garantir sua preservação. Em tempos de conservadorismo e intolerância, é importante apoiar toda iniciativa que estimule a diversidade e a promoção de direitos humanos”, disse Sâmia Bonfim a VEJA SÃO PAULO.
Agora, o projeto precisa passar por votação na Câmara e, se aprovado, ser sancionado pelo prefeito João Doria. 
Parada LGBT pode se tornar patrimônio imaterial de São Paulo Parada LGBT pode se tornar patrimônio imaterial de São Paulo Reviewed by Ricardo Adriano on junho 21, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste