Seis ministros já votaram: três pela absolvição e três pela condenação; Gilmar Mendes, dará o voto decisivo no julgamento da chapa Dilma-Temer

Segue a votação da ação que julga a campanha vitoriosa de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Até o momento já votaram seis ministros: o relator, Herman Benjamin, e os ministros Luiz Fux e Rosa Weber, pela cassação; Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga e Tarcisio Vieira de Carvalho, pela absolvição. Benjamin pediu a cassação da chapa por abuso de poder político e econômico e uso de dinheiro ilícito. Este é o quinto dia do julgamento mais importante da história do tribunal, que pode retirar Temer do cargo, embora esta não seja a tendência – dos sete ministros, quatro se mostraram favoráveis à retirada das delações da Odebrecht e dos marqueteiros da campanha, o que fragiliza a denúncia e pode levar à absolvição da chapa. O julgamento foi retomado às 15h. Ainda resta o voto do presidente da Corte, Gilmar Mendes, que decidirá o julgamento.

Seis ministros já votaram: três pela absolvição e três pela condenação; Gilmar Mendes, dará o voto decisivo no julgamento da chapa Dilma-Temer Seis ministros já votaram: três pela absolvição e três pela condenação; Gilmar Mendes, dará o voto decisivo no julgamento da chapa Dilma-Temer Reviewed by Ricardo Adriano on junho 09, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste