• Notícias de Última Hora

    segunda-feira, 31 de julho de 2017

    Governo afirma ter votos para barrar denúncia, mas Padilha evita falar em números

    Temer não esconde aos
     auxiliares que sua vontade é
    que a denúncia seja logo rejeitada
    Em reunião na noite deste domingo, 30, no Palácio do Alvorada, o presidente, ministros e lideres traçaram a estratégia para a semana na qual está marcada a sessão que pode apreciar a denúncia no Plenário. Após o encontro, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse ao Broadcast Político que o governo continua “com a convicção” que tem os votos necessários, e defende que quem tem que colocar os 342 votos necessários para dar quórum é a oposição e disse que a ideia do governo é continuar trabalhando independente da denúncia ser apreciada ou não.
    Padilha, que costuma ter placares certeiros nas votações do Congresso, diz que ainda não é o momento de falar em números. “Ainda prefiro não falar em números, os lideres estão verificando, mas certamente temos os votos necessários”, reforçou. A contabilidade do governo dá, hoje, pelo menos 260 votos garantidos pela rejeição da denúncia.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture