• Notícias de Última Hora

    terça-feira, 18 de julho de 2017

    Jovem é presa na Arábia Saudita por usar minissaia

    Uma mulher foi presa na Arábia Saudita após a publicação de um vídeo nas redes sociais em que caminha por um sítio histórico local trajando minissaia e top. A imprensa saudita informou nesta terça-feira que a jovem foi detida por usar “roupas imodestas” que contrariam o conservador código de vestimenta islâmico do país.

    A polícia encaminhou o caso para o Ministério Público, de acordo com a conta oficial do Twitter do canal de televisão estatal al-Ekhbariya. A mulher, cujo nome não foi divulgado, será interrogada por um representante da justiça, que decidirá se ela permanecerá detida e se será aberto um processo.

    Na Arábia Saudita, país ultraconservador, as mulheres devem se vestir em público com uma abaia preta, o traje tradicional que as cobre dos pés à cabeça. Em várias sequências do vídeo, que foi postado no final de semana na conta de Snapchat de uma modelo chamada “Khulood”, pode-se ver uma mulher de cabelos longos, sem véu, usando minissaia, top e óculos escuros. Ela caminha pelo forte histórico de Ushaiqer, a cerca de 200 km ao noroeste da capital Riad, na província de Najd, uma das regiões mais conservadoras da Arábia Saudita.

    A Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício pretende adotar as medidas necessárias contra esta “transgressão da ordem moral” e uso de “traje indecente”, segundo um porta-voz da polícia religiosa em um tuíte.

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture