Liturgia da Palavra de hoje (10)

Primeira Leitura (Gn 28,10-22a)
Leitura do Livro do Gênesis.
Naqueles dias, 10Jacó saiu de Bersabeia e dirigiu-se a Harã. 11Chegando a certo lugar, quis passar ali a noite, pois o sol já se havia posto. Tomou uma das pedras do lugar, fez dela travesseiro e ali mesmo adormeceu. 12E viu em sonho uma escada apoiada no chão, com a outra ponta tocando o céu e os anjos de Deus subindo e descendo por ela.
13No alto da escada estava o Senhor que lhe dizia: “Eu sou o Senhor, Deus de Abraão, teu pai, e Deus de Isaac; darei a ti e à tua descendência a terra em que dormes. 14A tua descendência será como o pó da terra, e te expandirás para o ocidente e o oriente, para o norte e para o sul. Em ti e em tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra. 15Estou contigo e te guardarei onde quer que vás, e te reconduzirei a esta terra. Nunca te abandonarei até cumprir o que te prometi”.
16Ao despertar, Jacó disse: “Sem dúvida, o Senhor está neste lugar e eu não sabia”. 17Cheio de pavor, disse: “Como é terrível este lugar! Isto aqui só pode ser a casa de Deus e a porta do céu”.
18Jacó levantou-se bem cedo, tomou a pedra de que tinha feito travesseiro e a pôs de pé para servir de coluna sagrada, derramando óleo sobre ela. 19E deu ao lugar o nome de “Betel”. Antes, porém, a cidade chamava-se Luza. 20Jacó fez um voto, dizendo: “Se Deus estiver comigo e me proteger nesta viagem, dando-me pão para comer e roupa para vestir, 21e se eu voltar são e salvo para a casa de meu pai, então o Senhor será o meu Deus. 22aE esta pedra que ergui como coluna sagrada, será uma ‘morada de Deus’”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 90)
— Vós sois meu Deus, no qual confio inteiramente.
— Vós sois meu Deus, no qual confio inteiramente.
— Quem habita ao abrigo do altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: “Sois meu refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente”.
— Do caçador e do seu laço ele te livra. Ele te salva da palavra que destrói. Com suas asas haverá de proteger-te, com seu escudo e suas armas, defender-te.
— “Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, pois meu nome ele conhece. Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, e a seu lado eu estarei em suas dores”.

Evangelho (Mt 9,18-26)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.
18Enquanto Jesus estava falando, um chefe aproximou-se, inclinou-se profundamente diante dele, e disse: “Minha filha acaba de morrer. Mas vem, impõe tua mão sobre ela e ela viverá”.
19Jesus levantou-se e o seguiu, junto com os seus discípulos. 20Nisto, uma mulher que sofria de hemorragia há doze anos veio por trás dele e tocou a barra do seu manto. 21Ela pensava consigo: “Se eu conseguir ao menos tocar no manto dele, ficarei curada”. 22Jesus voltou-se e, ao vê-la, disse: “Coragem, filha! A tua fé te salvou”. E a mulher ficou curada a partir daquele instante.
23Chegando à casa do chefe, Jesus viu os tocadores de flauta e a multidão alvoroçada, 24e disse: “Retirai-vos, porque a menina não morreu, mas está dormindo”. E começaram a caçoar dele. 25Quando a multidão foi afastada, Jesus entrou, tomou a menina pela mão, e ela se levantou. 26Essa notícia espalhou-se por toda aquela região.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homilia
No Evangelho que Deus nos dá, no dia de hoje, observamos como o toque da graça divina faz total diferença na nossa vida. Veja, são duas realidades: primeiro, um pai que vai suplicar a Jesus pela sua filha que estava acamada, enferma, praticamente morta. Enquanto esse homem está suplicando e a multidão caminhando com Jesus, uma mulher chega por trás. Ela, que sofria há 12 anos de uma hemorragia crônica, toca em Jesus e a graça d’Ele toca nela, estanca a sua hemorragia e ela é curada.
Você pode se perguntar: “Tantas pessoas tocando em Jesus, como Ele sabe quem O tocou?”. Há toques que são diferentes, há toques que são realmente da graça! Há abraços e abraços, há manifestações de amor e verdadeiras manifestações de amor e graça. Essa mulher tocou em Jesus com toda a sua alma, com todo o seu coração. Ela não tocou por tocar, mas se deixou envolver pela graça divina.
Quando nos deixamos envolver e tocar pela graça que vem do Senhor, ela toma conta de nós, vai para o mais profundo da nossa alma e do nosso coração; somos, de fato, envolvidos, sensibilizados. Algo dentro de nós se mexe, muda, remexe por inteiro.
A fé conduz e motiva nossos passos, por isso essa mulher vai com fé e convicção. Ela já gastou dinheiro com médicos, já ouviu muitas pessoas, foi repreendida por um, rejeitada por outros, mas agora ela não tem em ninguém a sua confiança, a não ser em Jesus. Uma vez tocada pela graça, ela toca com fé e todo o seu corpo é tocado pela graça divina.
O pai dessa adolescente que está em cima da cama foi tocado pela fé. Por isso, quando Jesus toca na menina, levanta-a pela mão e ela é curada, fica de pé.
Levantemo-nos, deixemos que a graça de Deus nos toque, coloque-nos de pé. Deixemos que a graça de Deus estanque todos os sentimentos da nossa alma e do nosso coração, que foram imobilizados pelos medos.
Quando formos tocar em alguém, não toquemos de qualquer jeito; toquemos como fomos tocados por Deus, com o toque do amor, da graça e da fé.
Deus abençoe você!
Liturgia da Palavra de hoje (10) Liturgia da Palavra de hoje (10) Reviewed by Ricardo Adriano on julho 10, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste