• Notícias de Última Hora

    quinta-feira, 20 de julho de 2017

    Liturgia da Palavra de hoje (20)

    Primeira Leitura (Êx 3,13-20)
    Leitura do Livro do Êxodo.
    Naqueles dias, ouvindo a voz do Senhor no meio da sarça, 13Moisés disse a Deus: “Sim, eu irei aos filhos de Israel e lhes direi: ‘O Deus de vossos pais enviou-me a vós’. Mas, se eles perguntarem: ‘Qual é o seu nome?’ o que lhes devo responder?”
    14Deus disse a Moisés: “Eu sou aquele que sou”. E acrescentou: “Assim responderás aos filhos de Israel: ‘Eu sou enviou-me a vós’”.
    15E Deus disse ainda a Moisés: “Assim dirás aos filhos de Israel: ‘O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, enviou-me a vós’. Este é o meu nome para sempre, e assim serei lembrado de geração em geração. 16Vai, reúne os anciãos de Israel e dize-lhes: ‘O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, apareceu-me, dizendo: Eu vos visitei e vi tudo o que vos sucede no Egito. 17E decidi tirar-vos da opressão do Egito e conduzir-vos à terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus, a uma terra onde corre leite e mel.
    18Eles te escutarão e tu, com os anciãos de Israel, irás ao rei do Egito e lhe direis: O Senhor, o Deus dos hebreus, veio ao nosso encontro. E, agora, temos de ir, a três dias de marcha no deserto, para oferecermos sacrifícios ao Senhor nosso Deus’.
    19Eu sei, no entanto, que o rei do Egito não vos deixará partir, se não for obrigado por mão forte. 20Por isso, estenderei minha mão e castigarei o Egito com toda a sorte de prodígios que vou realizar no meio deles. Depois disso, o rei do Egito vos deixará partir”.

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 104,1.5-27)
    — O Senhor se lembra sempre da Aliança.
    — O Senhor se lembra sempre da Aliança.
    — Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Lembrai as maravilhas que ele fez, seus prodígios e as palavras de seus lábios!
    — Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.
    — Deus deu um grande crescimento a seu povo e o fez mais forte que os próprios opressores. Ele mudou seus corações para odiá-lo, e trataram com má-fé seus servidores.
    — Então mandou Moisés, seu mensageiro, e igualmente Aarão, seu escolhido; por meio deles realizou muitos prodígios e, na terra do Egito, maravilhas.

    Evangelho (Mt 11,28-30)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28 “Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.
    29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    O Mestre Jesus está abrindo Seu coração e voltando-se para nós dizendo: “Venham até mim”. Quem de nós não se cansa, não se fadiga nem se decepciona, e passa por tantas situações que nos deixam para baixo? Apenas que nós corremos para os braços errados.
    Temos de correr para os braços de Jesus. Ele não só nos acolhe em Seus braços, mas traz para dentro do Seu coração nossas fadigas, nossos cansaços, as situações de opressão que nós passamos na vida; tantas situações que cansam nossa mente e alma, tornam-se um fardo pesado. O fardo de uma mãe, de um pai, de um estudante, de um trabalhador, o fardo da vida humana é pesado quando nós olhamos para ele.
    Sem tirarmos o peso das obrigações da vida, é Jesus quem tira o peso dos nossos fardos e nos dá o alívio do Seu coração, da Sua doçura e humildade, para que possamos caminhar.
    Façamos isso a cada dia, peguemos todo o peso que está sobre nossa cabeça e nosso coração, para colocarmos no coração de Jesus. Muitos podem pensar: “Só basta colocar ali e Jesus já resolve tudo?”. O primeiro passo é rezar, é entregar, com fé e confiança, mas Ele está dizendo: “Aprendei de mim”. É preciso aprender com Ele, porque, se não aprendermos, ficaremos sempre tropeçando, caindo, machucando-nos, decepcionando-nos e vamos nos cansando da vida. Aprendamos com Jesus a ser manso e humilde de coração.
    Dois remédios mais do que necessários e fundamentais para a nossa vida, para as nossas relações humanas e nossa confiança com nós mesmos é a humildade. Nada de sentimento de grandeza, de elevação, de sentir-se super-homem, super-mulher, superimportante, nada de ter um sentimento elevado de si mesmo, de achar que é a pessoa perfeita, que tudo está certo, que tem sempre que conseguir algo.
    O humilde sabe reconhecer os êxitos, mas também reconhece seus limites, sabe que o mundo não gira em torno dele; ao contrário, que o mundo é cada dia um trabalho, uma conquista.
    Outro remédio é a mansidão de coração, é não deixar o coração se angustiar nem se exaltar, não deixar o coração viver sentimentos que não são apropriados a ele, sentimentos que elevam o coração para lugares que o tiram do lugar que ele deve estar: a humildade do coração de Deus.
    Acalmemos, amansemos o nosso coração, coloquemos nele a vacina da humildade. Assim, dia a dia, nosso fardo, nosso peso será leve como é o fardo de Jesus. Aprendamos com Ele, porque Ele é manso e humilde de coração.
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture