Superstições acreditar ou não acreditar?

Por desconhecer as causas e efeitos de determinados fenômenos científicos, muitas pessoas atribuem explicações sem sentido racional e, portanto, falsos.
As superstições podem, muitas vezes, atrapalhar a vida das pessoas. Podemos citar como exemplo o caso de uma pessoa que deixa de fazer determinadas coisas num dia de sexta-feira 13. Não há nenhuma explicação científica que prevê que este dia atrai azar, porém muitos indivíduos acreditam nisso como se fosse uma verdade. Isto é uma superstição que acaba atrapalhando a vida de uma pessoa.

Mais afinal acreditar ou não acreditar?
Superstição é uma espécie de crendice popular que não possui explicação científica. As superstições são criadas pelo povo e costuma passar de geração para geração. E que deixa claro certo medo de cada momento que se passa de avô para neto e pai para filho, veja Exemplos das superstições:

- Cruzar na rua com um gato preto dá azar;

- Quebrar um espelho provoca sete anos de azar na vida de quem quebrou;

- Passar por debaixo de uma escada dá azar;

- Achar um trevo de quatro folhas traz sorte;

- Se uma pessoa apontar uma estrela, nascera uma verruga em seu dedo.

- Pé de coelho traz sorte;

- Deixar um sapato ou chinelo de cabeça para baixo pode provocar a morte da mãe;

- Abrir guarda-chuva dentro de casa pode atrair morte;

- Toda sexta-feira 13 é um dia perigoso e podem ocorrer fatos ruins para as pessoas;

- Comer manga com leite pode fazer mal para a saúde.

- Colocar uma vassoura de cabeça para baixo, atrás de uma porta, espanta uma visita.

- Jogar ovo no telhado para Santa Clara faz parar de chover.

- Deixar a bolsa no chão faz perder dinheiro.

- Vestir uma roupa do lado avesso dá azar.

- Se pular uma criança, que está sentada ou deitada no chão, a criança pulada não crescerá.

- Quem como o último pedaço de um bolo não casa.

- Pular sete ondas no primeiro dia do ano dá sorte o ano todo.

- Comer carne de animais que ciscam para trás (exemplo: galinha), no primeiro dia do ano, gera pobreza o ano todo.

- Abrir guarda-chuva dentro de casa dá azar.

- Fazer um pedido, ao ver uma estrela cadente, faz com que este desejo seja realizado.

- Jogar moedas numa fonte de água pode realizar um desejo da pessoa que jogou;


- Bater três vezes numa madeira pode evitar eventos ruins.

Fonte: Sociedade Ativa
Superstições acreditar ou não acreditar?  Superstições acreditar ou não acreditar? Reviewed by Paulo play on julho 11, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste