• Notícias de Última Hora

    quinta-feira, 10 de agosto de 2017

    Liturgia da Palavra de hoje (10)

    Primeira Leitura (2Cor 9,6-10)
    Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios.
    Irmãos, 6“Quem semeia pouco colherá também pouco e quem semeia com largueza colherá também com largueza”. 7Dê cada um conforme tiver decidido em seu coração, sem pesar nem constrangimento; pois Deus “ama quem dá com alegria”.
    8Deus é poderoso para vos cumular de toda sorte de graças, para que, em tudo, tenhais sempre o necessário e ainda tenhais de sobra para toda obra boa, 9como está escrito: “Distribuiu generosamente, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre”.
    10Aquele que dá a semente ao semeador e lhe dará o pão como alimento, ele mesmo multiplicará as vossas sementes e aumentará os frutos da vossa justiça.

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 111)
    — Feliz o homem caridoso e prestativo!
    — Feliz o homem caridoso e prestativo!
    — Feliz o homem que respeita o Senhor e que ama com carinho sua lei! Sua descendência será forte sobre a terra, abençoada a geração dos homens retos!
    — Feliz o homem caridoso e prestativo, que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, sua lembrança permanece eternamente!
    — Ele não teme receber notícias más: confiando em Deus, seu coração está seguro. Seu coração está tranquilo e nada teme, e confusos há de ver seus inimigos.
    — Ele reparte com os pobres os seus bens, permanece para sempre o bem que fez, e crescerão a sua glória e seu poder.

    Evangelho (Jo 12,24-26)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: 24“Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas se morre, então produz muito fruto.
    25Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem faz pouca conta de sua vida neste mundo conservá-la-á para a vida eterna. 26Se alguém me quer servir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará”.

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Somos um grão de trigo, mas Deus quer que esse grão caia e produza frutos. Você não quer um grão, seja lá qual for, apenas para que seja um grão. Você quer que ele caia, cresça e produza muitos frutos. Até um bebezinho, quando nasce, ninguém quer que ele seja um bebê por toda a vida; nós queremos que ele cresça. E por mais “gostosinho” e amado que seja, queremos que ele produza muitos frutos, que saiba caminhar com suas pernas. Assim, ele vai “morrendo” para sua infância e, a cada dia, tornando-se uma criança maior, um adolescente e assim por diante.
    Não podemos ficar bebezinhos por toda a vida, precisamos crescer e evoluir. Precisamos morrer muitas infantilidades em nós para que nasça um homem novo, uma mulher nova, para que os frutos da nossa vida aconteçam. Não crescemos na vida, porque não deixamos morrer coisas mínimas que se tornaram velhas em nós, para crescermos e amadurecermos.
    O processo de amadurecimento da vida, muitas vezes, é doloroso, mas necessário e importante. É ele que nos faz saborear o que há de melhor na vida. Quando não amadurecemos, nós apodrecemos, estragamos por dentro. Por isso, não podemos ficar somente no grão, mas crescer, amadurecer e produzir muitos frutos.
    Deus quer que sejamos cristãos maduros, porque não dá para negar que há muita imaturidade e infantilidade no meio de nós, há muitos comportamentos, pensamentos e sentimentos que não evoluem, e nós ficamos naquela infantilidade da fé quando Deus nos quer maduros. E para sermos maduros, precisamos deixar que o grão caia por terra. Ao cair, que morra comportamentos antiquados, sentimentos que não servem para a edificação do Reino de Deus, morram comportamentos que não são adequados, morra muitos modos de ver e agir, que não condizem com o homem que precisa ser sempre novo.
    Não se conforme somente com a graça de hoje, pois Deus tem uma graça para nos renovar a cada dia, para sermos a árvore mais frondosa na produção de frutos para o mundo em que vivemos.
    Que a graça de Deus nos amadureça e nos faça crescer na fé e na nossa humanidade.
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture