• Notícias de Última Hora

    sábado, 26 de agosto de 2017

    Liturgia da Palavra de hoje (26)

    Primeira Leitura (Rt 2,1-3.8-11;4,13-17)
    Leitura do Livro de Rute.
    1Noemi tinha um parente por parte do marido, homem poderoso e muito rico, da família de Elimilec, chamado Booz. 2Rute, a moabita, disse à sua sogra: “Permite que eu vá ao campo apanhar espigas, onde possa encontrar quem se mostre clemente para comigo”. Noemi respondeu: “Vai, minha filha”. 3Rute foi, pois, colher espigas num campo atrás dos ceifeiros. Aconteceu que aquele era justamente o campo de Booz, parente de Elimelec. 8E Booz disse a Rute: “Ouve, minha filha, não vás apanhar espigas em outro campo, e não te afastes daqui, mas junta-te às minhas servas. 9Observa onde estão ceifando e vai atrás delas; pois ordenei aos meus servos que ninguém te moleste. Quando tiveres sede, vai aos cântaros e bebe da água de que bebem os meus servos”. 10Então Rute, caindo-lhe aos pés, inclinou-se profundamente e disse: “Como pude encontrar graça a teus olhos, e te dignaste fazer caso de mim, uma mulher estrangeira?” 11Respondeu-lhe Booz: “Contaram-me tudo o que fizeste por tua sogra, depois da morte de teu marido: como deixaste teus pais e a terra onde nasceste, e vieste para um povo que antes não conhecias”,
    4,13Então Booz tomou Rute e recebeu-a como esposa. Uniu-se a ela e o Senhor concedeu-lhe a graça de conceber e dar à luz um filho. 14As mulheres diziam a Noemi: “Bendito seja o Senhor, que não permitiu que faltasse um sucessor à tua família e quis que o seu nome se conservasse em Israel, 15para que tenhas quem console a tua alma e te sustente na velhice, porque nasceu um menino de tua nora, que te ama e é para ti melhor que sete filhos”. 16E Noemi tomou o menino, colocou-o no colo, e serviu-lhe de ama. 17As vizinhas congratulavam-se com ela, dizendo: “Nasceu um filho a Noemi”, e deram-lhe o nome de Obed. Ele foi o pai de Jessé, pai de Davi.

    - Palavra do Senhor.
    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 127)
    — Será assim abençoado todo aquele que respeita o Senhor.
    — Será assim abençoado todo aquele que respeita o Senhor.
    — Feliz és tu se temes o Senhor e trilhas seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos hás de viver, serás feliz, tudo irá bem!
    — A tua esposa é uma videira bem fecunda no coração da tua casa; os teus filhos são rebentos de oliveira ao redor de tua mesa.
    — Será assim abençoado todo homem que teme o Senhor. O Senhor te abençoe de Sião; cada dia de tua vida.

    Evangelho (Mt 23,1-12)
    — O Senhor esteja convosco.
    — Ele está no meio de nós.
    — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
    — Glória a vós, Senhor.
    Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo. 5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas. 6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre.
    8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

    — Palavra da Salvação.
    — Glória a vós, Senhor.

    Homilia
    Eis o princípio da hipocrisia: falar e não fazer; ensinar os outros como deve ser, mas, na própria vida, não viver aquilo que ensina. A hipocrisia é uma tentação para a nossa humanidade em todas as ocasiões.
    Todos nós temos sementes de hipocrisia dentro de nós, é a marca do pecado, é a configuração do orgulho e da soberba em nós. Na verdade, é isso que a soberba faz conosco, aparentar que somos uma coisa e até acreditar que, realmente, somos; mas, na verdade, não nos deixa ver o que de fato somos.
    Falamos, cobramos, exigimos demais dos outros, exigimos aquilo que não praticamos um décimo sequer. O fermento da corrupção e da hipocrisia ressoam mal e estragam onde se fazem presentes. Não nos deixemos contaminar por eles nem deixemos que levedem a nossa vida.
    Pense um pai que quer exigir dos seus filhos aquilo que ele não vive. Ninguém é perfeito, sabemos disso, mas devemos nos esforçar. Aquilo que falamos deve vir daquilo que nos esforçamos para viver. Por que exigir dos outros aquilo que nem nós praticamos?
    Podemos ter errado um dia, mas nos corrigimos do erro. Um pai quer que o filho não beba, que não faça isso e aquilo, mas ele continua fazendo; se, um dia, ele fez, mas parou, é um exemplo formidável de vida!
    Ninguém deve ser condenado por um passo nem por situação nenhuma, mas deve ser exaltado aquele que soube se corrigir. A melhor aula que alguém pode dar é: “Olha, eu era assim, mas me deixei mudar. Eu me esforcei para mudar”.
    Podemos cair num falso moralismo, e foi nesse falso moralismo que caíram, muitas vezes, os líderes da religião judaica; e nós cristãos, muitas vezes, caímos também. Falamos e exigimos demais, queremos muito que os outros façam, mas não damos exemplo.
    A primeira lei para a vida é viver e ver aquilo que nós acreditamos, e quando nos esforçarmos para viver, teremos a graça de ensinar e fazer com que o outro viva. Que a nossa religião não seja dos hipócritas, mas da vida que Deus nos trouxe.
    Deus abençoe você!

    Nenhum comentário :

    Twitter

    -->

    Culture